sábado, 11 de julho de 2020

Polícia Civil recupera parte de carga de desinfetante do DEMAP em Jequié



A Polícia Civil de Jequié recuperou, na manhã de quinta-feira (9.jul.2020), parte da carga de desinfetante furtada no DEMAP e que teria como destino a Secretaria de Serviços Públicos.

Segundo informações do delegado Ivan Lessa, a acusação da frade é atribuída ao ex-diretor de Serviços Públicos Marcos Moura, apelidado de ”Garapa”, que teria assinado o ofício requisitando a entrega de 480 caixas de desinfetantes, que segundo as apurações teriam sido revendidos a um comerciante da cidade de Ipiaú.

Depois de investigações da Polícia, o próprio empresário de Ipiaú, levou parte do material para o Complexo Policial de Jequié e entregou ao delegado Ivan Lessa responsável pela apuração do caso.

A ação praticada pelo então diretor configura em crime que consiste na subtração ou desvio, por abuso de confiança, de dinheiro público ou de coisa móvel apreciável, para proveito próprio ou alheio, por funcionário público que os administra ou guarda; abuso de confiança pública.


Marcos Moura ”Garapa”, emitiu uma nota no site jequieurgente.com esclareçendo o ocorrido por meio de uma nota pública: 

"As investigações ainda não foram concluídas e não há nada que ateste a culpa ou inocência de ninguém dos citados nas reportagens, e pede para que os leitores adotem um cuidado especial com as Fake News que circulam nas redes sociais, que precocemente já condenam os envolvidos antes da conclusão do inquérito, que posteriormente poderá indiciar qualquer uma das partes. Segundo Marcos Garapa, os produtos estavam vencidos desde fevereiro (conforme foto), e Ney coordenador do DEMAP, pediu para que ele e Pingo descartassem, mas equivocadamente expediu uma guia de recebimento para consumo. Após receberem o material de limpeza para descarte, Pingo sugeriu vender por estar em dificuldades financeiras, indicando um comerciante já conhecido dele (Pingo). Salientamos que o mesmo comerciante ao tomar conhecimento da situação veio a Jequié por espontânea vontade nesta quinta (09), devolvendo na Delegacia parte dos produtos vencidos desde fevereiro de 2020, 02 anos após a fabricação dos desinfetantes (02/2018) conforme foto em anexo".

Jequieense Gabriel Novaes Fagundes descobre uma nova espécie de perereca

Isso mesmo, o jequieense Gabriel Novaes Fagundes, que é filho do professor Rosival Fagundes, em estudo desenvolvido na UESC_Universidade de Santa Cruz em Itabuna-Ilhéus, O artigo foi publicado na revista científica internacional PeerJ.
Uma diversidade conhecida de pererecas do gênero Phyllodytes aumentou rapidamente nos últimos anos, atualmente compreendendo 14 espécies. Recentes trabalhos de campo na Mata Atlântica do estado da Bahia levaram à descoberta de uma nova espécie grande de filoditos, que é aqui descrita com base em múltiplas evidências, incluindo dados morfológicos, acústicos e genéticos. Phyllodytes sp. nov. é uma das maiores espécies do gênero e apresenta imaculado dorso e membros amarelados. A chamada publicitária da espécie é composta de 7 a 31 notas (meio harmônico / meio pulsátil / meio pulsátil) com harmônicos modulados em frequência. Phyllodytes sp. nov. possui um cariótipo de 2n = 22 cromossomos, como também encontrado em outras espécies do gênero. Valores da distância genética do rRNA mitocondrial 16S entre Phyllodytes sp. nov. e seus congêneres variam entre 6,4 e 10,2%. A descrição de outra nova espécie para esse estado reforça a necessidade de mais trabalhos taxonômicos com os filoditos nesta região, que se revelaram uma área prioritária para a pesquisa e conservação desse gênero.
Segundo Guilerme Novaes, "Analisamos espécimes alojados em coleções herpetológicas do Museu de Zoologia da Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, estado da Bahia, Brasil (MZUESC), Museu de História Natural de Jequié, Coleção Herpetológica, Jequié, estado da Bahia, Brasil (MHNJCH) e Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, estado de São Paulo, Brasil (MZUSP). As amostras examinadas estão listadas no Apêndice 1. Para comparações com Phyllodytes brevirostris, P. edelmoi e P. gyrinaethes, foram utilizados dados disponíveis na literatura (Peixoto & Cruz, 1988; Peixoto, Caramaschi & Freire, 2003). As amostras coletadas para este trabalho foram obtidas sob as licenças IBAMA nº 12920-1 e ICMBIO nº 13708-1 e nº 35068. Esta pesquisa foi aprovada pelo comitê de ética em uso de animais (CEUA-UESC 002/12)". Fonte da Matéria aqui!

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Jequié: Ramon Fernandes quer esclarecimento da secretária Andreia Suzarte Almeida na Câmara de Jequié



O vereador Ramon Fernandes apresentou na Câmara de Jequié Requerimento (42/2020), em que solicita a convocação da secretária de Desenvolvimento Social do município de Jequié, Andreia Cerqueira Suzarte Almeida, a comparecer em sessão da Casa, em data a ser agendada, para prestar esclarecimentos sobre ações na área do social e para auxilio de famílias em vulnerabilidade e de baixa renda em Jequié.

”É imprescindível a presença da secretária na Câmara para apontar as ações desenvolvidas na área do Social, especialmente sobre o auxilio direcionado as famílias em situação de vulnerabilidade e de baixa renda em Jequié, especialmente nesse período de pandemia de Covid-19”, justifica o vereador. Segundo Ramon Fernandes a população tem o direito de saber como os recursos destinos para a área social vem sendo empregado em Jequié.

A convocação tem por base a Lei Orgânica que, em seu Art.37 estabelece que a Câmara Municipal, pelo seu presidente, bem como qualquer de suas comissões, pode convocar secretários municipais ou diretor equivalente para, no prazo de 15 dias, prorrogáveis por igual período, prestar, pessoalmente, informações sobre assunto previamente determinado, importando crime contra administração pública a ausência sem justificativa adequada ou a prestação de informações falsas.

Polícia incinera quatro toneladas de drogas em Jequié



[Veja vídeo aqui!] Equipes da 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) e da 1ª Delegacia Territorial (DT), de Jequié, incineraram, na quinta-feira (9), quatro toneladas de drogas apreendidas durante ações das polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, naquela região, durante o ano de 2019.

Entre as drogas incineradas estão maconha, crack e cocaína. De acordo com o titular da 1ª DT/Jequié, Moabe Macedo, as apreensões resultaram em prisões e indiciamentos de criminosos. “Tivemos líderes de quadrilhas de tráfico presos e grupos criminosos desarticulados, a partir destas apreensões”, comentou.

Além dos policiais civis, representantes do Ministério Público da Bahia (MP-BA) e da Vigilância Sanitária de Jequié acompanharam a incineração dos entorpecentes.

 Tony Silva / Ascom-PC.
10.07.2020

Vereador Marcinho agradece patrolamento da estrada do Povoado do Limoeiro


Marcio Oliveira Melo, “Marcinho de Marino do Taxi” – Partido Progressista (PP), esteve visitando obras de patrolamento na estrada do Povoado do Limoeiro.

Segundo o vereador que faz parte da base do prefeito, "Através de um pedido de nossa autoria, a Secretaria de Infraestrutura de Jequié está realizando o patrolamento dessa importante estrada vicinal por onde sitiantes da Chácara Aroeira, Salina, Limoeiro e Riachão, escoam os alimentos que mantém o seu sustento, e tem acesso a zona urbana da nossa cidade", disse..
O vereador aproveitou a audiência em sua página no Instagram para agradecer ao Secretário de Infraestrutura, Daniel Muniz, por se sensibilizar ao pedido, que vem através da cobrança dos moradores daquelas localidades.
O vereador Marcinho que teve 1.480 votos na última eleição disse "Nós seguiremos firmes nessa missão de dar melhores condições aos distritos, povoados, e toda nossa cidade".

quinta-feira, 9 de julho de 2020

Covid-19: Lavatórios espalhados para assepsia das mãos não tem sabão em Jequié



Os equipamentos instalados no centro de Jequié  para assepsia  das mão para diminuir a contaminação do novo coronavírus Covid-19, não tem sabão  liquido e tampou em pedra a disposição para as pessoas lavarem as mãos.  Água pura, não faz a higienização correta de combate ao Covid-19. Segundo sanitaristas, a lavagem das mãos tem um tempo mínimo de 20 segundo para que ocorra  a higienização completa.
Segundo uma usuária que passava enfrente ao Banco do Brasil informou que tem dia que até água está faltando. "Esse mondrongo esta enfeiando o centro, não tem sabão e a água suja é jogada no meio da rua", disse.