Veja matéria no IGTV no rodapé da página sobre a Barragem da Pedra, que estará soltando cerca de 500m³/s de água até quarta-feira

Visite nosso Instagram

segunda-feira, 10 de março de 2014

Fabrica de beneficiamento de umbu chega a Manoel Vitorino



Neste sábado (8), produtores familiar do município de Manoel Vitorino, recebeu do governo do estado uma agroindústria de beneficiamento de frutas e duas unidades móveis que vão atender e orientar as mulheres da zona rural. São dois ônibus adaptados e equipados com duas salas para atendimento individual, facilitando o acesso aos serviços da Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, com orientação adequada e humanizada.
Os ônibus vão percorrer áreas afastadas dos centros urbanos, possibilitando atenção às mulheres, por meio do trabalho de uma equipe multidisciplinar treinada para a escuta de demandas.
De acordo com a secretária de Políticas para Mulheres, Vera Lúcia Barbosa, além de serem orientadas, as mulheres que forem vítimas de violência serão encaminhadas para os serviços estaduais da rede de proteção à mulher, como a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Ministério Público, entre outros.


Agroindústria

O diretor da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car), José Vivaldo Mendonça, e o secretário da Casa Civil, Rui Costa, inauguraram, junto com o governador, a agroindústria de beneficiamento de frutas, que servirá para fabricação de polpas, sucos, compotas, doces e geleias. O público beneficiado integra a Cooperativa de Produção e Comercialização dos Produtos da Agricultura Familiar (Cooproaf), que possui 75% dos seus quadros formados por mulheres. 
Mais de 500 famílias de agricultores são beneficiados com a agroindústria, que inicialmente vai processar umbu e maracujá do mato. A capacidade de processamento é de 600 toneladas por ano.
O governador disse que a agroindústria é um incentivo aos agricultores, já que vai agregar valor aos seus produtos. Ainda segundo ele, é uma maneira de gerar empregos na região. “A Bahia é o estado com o maior número de famílias vivendo do campo. São mais de 650 mil agricultores. A agroindústria é uma maneira de agregar valor à produção destas famílias de maneira organizada”, afirmou.