SUMTRAN informa alterações no trânsito da Av. Tote Lomanto, próximo ao Maringá

Visite nosso Instagram

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Trabalhadores da construção pesada decretaram greve por tempo indeterminado

Foto: João Cardoso/Agecom

Os trabalhadores da construção pesada decretaram greve por tempo indeterminado na manhã desta quinta-feira (10). Com a decisão, importantes obras no estado da Bahia estão paralisadas, entre elas o Consórcio Imbuí e a duplicação da Pinto de Aguiar. 
A paralisação também pode comprometer as obras de requalificação da Orla da Barra, do metrô de Salvador, do Consórcio Sistema BA 093, e do Parque Eólico. 

De acordo com o site Correio da Bahia, os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 10%, cesta básica no valor de R$ 300, horas extras 60% de segunda a sexta-feira, 100% aos sábados e 130% aos domingos e feriados, assistência médica para empregados e dependentes. O Sinicon – sindicato do patronato – ofereceu, como contra proposta, reajuste salarial de 6% e cesta básica no valor de R$ 243,00. 
Os rumos da paralisação serão discutidos nesta sexta-feira (11), às 8 horas, em frente ao Fórum Ruy Barbosa, no bairro de Nazaré.
O Governo do Estado, através da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), confirmou que as obras do complexo de viadutos do Imbuí e a duplicação da Avenida Pinto de Aguiar foram paralisadas nesta quinta-feira (10). 
Já o secretário de Infraestrutura e Defesa Civil de Salvador, Paulo Fontana, afirmou que a paralisação ainda não atingiu Salvador, mas as obras de pavimentação da cidade podem parar a qualquer momento.