Veja matéria no IGTV no rodapé da página sobre a Barragem da Pedra, que estará soltando cerca de 500m³/s de água até quarta-feira

Visite nosso Instagram

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Paralisação da Polícia Cívil faz PM prender e soltar homem acusado de agressão a mulher grávida

Um homem foi preso na noite desta quarta-feira (07/05) acusado de agredir uma mulher grávida de nove meses. O caso ocorreu por volta das 23h30 na Rua Marília Rocha, bairro Popular. O trabalhador rural, João dos Santos, de 37 anos, foi detido pela Guarnição Eco do 1º Pelotão e ao ser conduzido à delegacia da cidade, os militares não conseguiram apresentar o acusado, já que os portões da unidade prisional estavam fechados, devido à paralisação da polícia Civil da Bahia. João foi liberado na porta da delegacia. Ele negou de ter agredido sua ex-enteada.

A vítima, Samile Santos, 20, passou mal após uma discussão entre João e sua mãe, e segundo ela, João teria batido em sua barriga. De acordo com dona Maria de Lurdes, ela viveu um relacionamento de oito anos com o acusado. A dona de casa contou que o homem estaria inconformado com a separação e teria atirado pedras no telhado da sua residência. “Eu joguei a pedra de brincadeira, mas isso ai [agressão] eu não fiz não, isso não existe”, se defendeu o trabalhador rural. A polícia civil retorna as atividades normais nesta quinta-feira (08), após dois dias de paralisação. A classe luta por reajustes salariais e melhorias nas condições de trabalho. Informações do Giro em Ipiaú.