sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Pacientes com Hanseníase recebem tratamento em Jequié

O Laboratório Novartis e o Ministério da Saúde realizaram durante os dias, 04, 05 e 06 de agosto, na Praça da Bandeira, campanha de combate a Hanseníase com a presença da Carreta da Saúde. Durante os três dias moradores de Jequié receberam atendimento gratuito com a realização de consulta médica e de enfermagem. Cerca de 150 pessoas foram atendidas, destas, 10 foram detectadas com suspeita da doença. Estas pessoas foram encaminhadas para início do tratamento no Centro de Referência em Hanseníase, localizado no Centro de Saúde Almerinda Lomanto. Em 2011, o Brasil registrou 33 mil casos.
No município de Jequié 14 pacientes estão recebendo tratamento de combate à doença. No ano de 2013 foram registrados 16 casos de Hanseníase. O tratamento é feito de 6 a 12 meses.

A Hanseníase é uma doença infecciosa que atinge a pele e os nervos das extremidades do corpo. O tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas pode variar de dois a até mais de dez anos. A Hanseníase pode causar deformidades físicas, que podem ser evitadas com o diagnóstico no início da doença e o tratamento imediato.
A transmissão se dá por meio de uma pessoa que apresenta a forma infectante da doença e que, estando sem tratamento, elimina o bacilo por meio das vias respiratórias, podendo assim infectar outras pessoas suscetíveis.

Para a coordenadora de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, Priscilla Barros, a ação é muito importante para reduzir o número de casos na comunidade, bem como conscientizar a população do tratamento da doença.