Equipe de Futsal precisa de quadra para treinar em Jequié

Visite nosso Instagram

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Itabuna: Professores são atacados com spray de pimenta durante ato na prefeitura

Os professores da rede municipal do município de Itabuna, no sul baiano, foram atacados com spray de pimenta durante uma manifestação contra atraso de salários em frente ao prédio da prefeitura. De acordo com a vice-presidente do Sindicato do Magistério Municipal Público da cidade (Simpi), Carminha Oliveira, a lei determina que os servidores recebam o pagamento até o 5° dia útil do mês, o que não aconteceu. “O Executivo prometeu que receberia os representantes dos professores nesta segunda-feira (8). Nós chegamos às 8h e, até as 11h, ninguém nos recebeu”, contou ao Bahia Notícias. Segundo Carminha, o grupo decidiu então, “de forma ordeira e pacífica”, entrar no prédio da prefeitura, quando ocorreu o “ataque”. “A secretária de educação decidiu nos receber e, enquanto negociavam, os professores ficaram sentados no chão. De repente, alguém soltou spray de pimenta e as pessoas começaram a passar mal, quem estava em pé começou a correr... Foi lamentável. Um atentado. Não oferecíamos nenhum tipo de resistência”, criticou, apesar de afirmar que não sabe quem foi o responsável por lançar a substância.
A vice-presidente afirmou que o pagamento só está previsto para esta quarta (10) e que, até lá, a categoria vai paralisar as atividades. “Se o salário sair, voltamos a trabalhar. Se não sair, vamos fazer outra assembleia para decidir o que fazer”, explicou. A Simpi afirma que a nova gestão tem pago os salários com cerca de três dias de atraso e, desta vez, será ainda maior. Por isso, o sindicato decidiu entrar com uma ação trabalhista. “Se toda vez tiver este atraso e a gente aceitar, vão começar a atrasar um, dois meses. Já não vamos mais aceitar. Senão, onde é que isso vai parar?”, questionou. O BN não conseguiu contato com a prefeitura de Itabuna. Informações: bahianotícias