segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Roberto Pina repudia ato dos vereadores da maioria de Catu


Pré-candidato a prefeito de Jequié, Roberto Pina, repudia o ato dos vereadores da maioria de Catu, que tentaram prender a vereadora Clara Sena. Segundo o pré-candidato e ex-vereador por Jequié Roberto Pina, a vereadora sugeriu a abertura de uma CPI para investigar a cooperativa de médicos Coofsaúde, que recebeu mais de R$ 44 milhões da prefeitura de Catu. Segundo pina, os donos dessa cooperativa foram presos no ano passado pelo desvio de cerca de R$ 1 bilhão.
A decisão dos 10 vereadores da maioria de Catu foi de revolta contra a vereadora Clara Sena, só porque apresentou uma mensagem nas suas redes sociais, orientando a população que, se tivesse insatisfeita com o serviço público de saúde, buscasse o Ministério Público. Esta orientação terminou no pedido prisão da edil.
Segundo Roberto Pina, tal situação vexatória não teve atenção do Ministério Público e o Poder Judiciário, que  se manifestaram pelo arquivamento da representação, já que se tratou de uma mera informação ao público em geral.
Para Pina, a função dos vereadores é de legislar e fiscalizar; jamais buscar intimidar um colega que quer o bem da sua população. O vereador salientou que, caso seja eleito prefeito de Jequié em 2020, não quer esse tipo de vereador na defesa de seu mandato.
O pré-candidato Roberto Pina é político e articulador em várias cidades da Bahia e sempre pautou suas orientações de assessoria com foco no melhor para o povo.