segunda-feira, 9 de março de 2020

Igreja Ministério Restauração comemorou o Dia Internacional da Mulher com serviços gratuitos de saúde e beleza



Publicidade[Veja [mais fotos aqui] A igreja Ministério Restauração localizada no bairro São Judas Tadeu abriu no sábado, 7/3, às 14h para comemorar o Dia Internacional da Mulher. Uma série de serviços gratuitos de saúde, beleza e bem-estar foram oferecidos para as moradoras do bairro.  Profissionais da área de saúde e voluntárias da comunidade fizeram avaliação nutricional, aferição de pressão, orientação sobre a saúde da mulher, serviços de cabeleireiro, manicure e maquiagem.
O número de mulheres superou as expectativas da organizadora do evento, a pastora Laysa Moraes, que abriu os trabalhos e reafirmou a importância de se manter a autoestima elevada e o amor ao próximo. Logo depois, a nutricionista Ingrid Silva fez uma palestra sobre alimentação saudável; explicou que a diabetes e a hipertensão arterial são decorrentes dos maus hábitos alimentares e citou o exemplo de um paciente adolescente com um quadro de pré-diabetes porque tomava refrigerante nas três principais refeições do dia. A pré-diabetes “é uma alteração do metabolismo que pode evoluir para diabetes tipo 2 e doenças cardíacas. Acontece quando os níveis de glicemia ou açúcar no sangue são mais elevados do que o normal, mas não são altos, suficientemente, para dar o diagnóstico de diabetes”. Ingrid relatou que esse foi um dos mais difíceis casos tratados por ela, e o que fez a diferença no tratamento foi manter contato diário com o paciente: “Eu não podia prescrever uma dieta muito radical e nem eliminar totalmente o refrigerante do cardápio dele, então fui aos poucos. Primeiro, mudei o café da manhã; depois o jantar e, hoje, com uma alimentação mais saudável, sem tomar refrigerante, ele consegue manter os índices de glicemia estáveis”.
Depois da atenção com a saúde, as mulheres participaram de um sorteio de brindes, lancharam e tiveram um tratamento especial com cabeleireiras, design de sobrancelhas, manicures e maquiadoras. Rubiele Barreto elogiou a iniciativa da igreja: “nem todos os lugares oferecem essa oportunidade. Eu não teria dinheiro para ir a um salão”, explicou.  Tamires Bispo, que também prestigiou a ação, disse ter gostado muito do resultado e completou dizendo: “nem todas as pessoas pensam no próximo”.



Área de anexos