quarta-feira, 4 de março de 2020

Jornada Pedagógica 2020 marcada por manifestações da APLB em Jequié

A Diretora da APLB Sindicato, Caroline Moraes, fez a leitura do manifesto 

PublicidadeA APLB Sindicato também se fez presente na implantação do Fórum Municipal de Educação, na terça-feira (03),segundo dia de Jornada Pedagógica. O representante do Fórum, professor Luis Valter, falou sobre a “Educação como um Direito: A importância do papel dos Fóruns de Educação na Construção de uma Sociedade Democrática”.
A Diretora da APLB Caroline Moraes, em sua fala, ressaltou a diferença de Fórum Municipal de Educação com Conselhos Escolares e os desafios para o ano de 2020. “A instalação do Fórum é um importante avanço para o município e também é o cumprimento do Plano Municipal de Educação, onde determina a a implantação dos Fóruns de discussão da Educação”, destacou a diretora.
Professores da Rede Municipal de Ensino de Jequié realizaram um protesto na abertura da Jornada Pedagógica 2020, na noite de segunda-feira (2), no Centro de Cultura Antônio Carlos Magalhães. Vestidos com camiseta preta, a categoria chamou a atenção do governo para a valorização do magistério municipal e a retirada de direitos já conquistados pelos professores.

A Diretora da APLB Sindicato, Caroline Moraes, fez a leitura do manifesto “Por uma escola acessível e por valorização, professor é movimento, é luta, é resistência”, uma análise da realidade nacional e da realidade local em relação a educação pública e de seus trabalhadores, e reafirmou a importância da resistência frente a visão mercantilista sobre os direitos do povo. Ela concluiu a sua fala com a seguinte frase de Angela Davis: “Será uma luta infinita e as vitórias que conquistamos nos permite imaginar novas liberdades (…)”.
Professores da Rede Municipal de Ensino de Jequié participaram, em grande número, da Jornada Pedagógica 2020 nos dias 02 e 03 de março, no Centro de Cultura Antônio Carlos Magalhães.
O tema da Jornada Pedagógica este ano foi “O Currículo Escolar e suas interfaces para a aprendizagem. Diálogos no contexto das Políticas Públicas Educacionais”. Na abertura do evento, a Professora Alda Pepe falou sobre o tema e destacou que o fazer curricular deve mudar e que os professores devem ser tratados de forma “equânime”. O prefeito Sérgio Suzart não compareceu ao importante evento.