quarta-feira, 13 de maio de 2020

MEMBRO DO MOVIMENTO CIVIL JEQUIEENSE CONTRA O CARTEL É OUVIDO APÓS ABERTURA DE INQUÉRITO PARA APURAR SUPOSTA PRÁTICA DE CRIME CONTRA A ORDEM ECONÔMICA


Publicidade
"Foi ouvido na manhã desta segunda feira, dia 11 de maio de 2020", disse  Mateus lemos, em um vídeo na porta da delegacia da 9º Corpim em Jequié. Segundo Mateus Lemos, a pedido do promotor de justiça do ministério público Doutor Maurício Cavalcanti. O feito investigatório aberto foi transformado em inquérito e segue seu curso rumo a descoberta da verdade.

O movimento civil Jequieense contra o cartel iniciou seus trabalhos dia 22 de abril quando fez uma tabela com valores dos postos de combustíveis dos preços atuais do dia, conforme indicação na placa de cada posto. Após análise dos dados chegou-se a conclusão de que em três dos sete bairros estudados, havia um tipo de tabelamento de valor no preço dos combustíveis, não sendo possível afirmar se existia combinação ou não por parte dos donos de postos, como por exemplo no bairro do São Judas Tadeu, todos os cinco postos vendiam gasolina a 4.45, no bairro da Cidade Nova todos os postos vendiam gasolina a 4.43, e no bairro do Mandacaru os dois postos vendiam gasolina a 4.49

Diante disto foi protocolado uma representação junto ao ministério público para apuração fidedigna dos fatos que segue investigado nesse momento pelo Delegado Doutor Moabe, que já iniciou o inquérito e posteriormente ficará a cargo do Ministério Público Estadual a formulação da denúncia ou não. A sociedade aguarda respostas.


JUNTOS SOMOS FORTES🇧🇷NOS ACOMPANHE NA PAGINA NO FACEBOOK *JEQUIÉ CONTRA O CARTEL*
E acompanhe preços diários dos combustíveis ⛽

Nenhum comentário: