sexta-feira, 19 de junho de 2020

Afastamento do prefeito de Jequié foi denúncia do professor José Carlos

O afastamento do prefeito Sérgio da Gameleira foi possível baseado nas denúncias realizada pelo militante do PV-Partido Verde professor José Carlos Almeida Silva.

A Câmara Municipal de Jequié estava aguardando voltar a realizar suas Sessões Ordinárias nesta última terça-feira, 16.06.2020,  devido a crise da Pandemia do novo coronavírus do Covid 19.

O quarto pedido para afastamento do prefeito Luiz Sérgio Suzarte Almeida “Sérgio da Gameleira” (PSB) protocolado no legislativo jequieense denunciando o chefe do executivo de ter cometido infrações administrativas, foi anteriormente realizada pelo o também professor Reginaldo Barros, ex-aliado do prefeito, que argumentou haver desvios nas verbas dos precatórios, pelo professor José Lientinho, que alegava improbidade administrativas  e do jovem Guga Figueredo, que denunciava o prefeito por desvios de verbas.

O prefeito Luiz Sérgio Suzarte também é acusado pelo Ministério Público estadual de improbidade administrativa por causar prejuízos aos cofres públicos em aproximadamente R$ 4,9 milhões.

Tudo isso culminou no afastamento do prefeito Sérgio da Gameleira pela Câmara Municipal de Vereadores cuja votação ordinária foi de 10 votos favoráveis por 6 votos desfavoráveis. Nesta quinta-feira 18, o vice-prefeito Hassan Iossef tomou posse interinamente por 90 dias para que o legislativo apure as irregularidades praticadas pelo prefeito Sérgio da Gameleira que receberá seus salários normalmente durante este período.

Nenhum comentário: