quarta-feira, 10 de junho de 2020

Quetuli Alvarez pleiteia uma vaga no legislativo jequieense


Nossa entrevistada desta semana é a jovem Quetuli Alvarez, 21 anos. Caso seja eleita, será a vereadora mais jovem na história do município. Atualmente filiada no partido Solidariedade ela é graduada no curso de contabilidade pela faculdade Dom Pedro II, antiga Faculdade Integradas Euclides Fernandes (FIEF), estagiou na 2° Vara Cível da Comarca de Jequié, atualmente trabalha no escritório contábil com seu pai China, um contador comercial e Carlito, seu tio, antigo contador das administrações públicas da circunvizinhas.

Quetulia é uma jovem bilíngüe, estudiosa e promissora, que adora atividades esportivas a exemplo de ciclismo para ter contato com a natureza.


“Sempre me interessei por política, sou adepta da ideologia de centro por acreditar que extremismos são equivocados e que um bom político deve adotar somente o extremamente ligado às necessidades do povo”, frisa. Com o objetivo Claro de fazer uma política nova, jovem, inovadora! De ideal revolucionário. Esperando tão somente a possibilidade de conquistar uma cadeira e pôr assim em prática seus projetos, nos quais estão ligados à educação, cultura e geração de empregos e renda.

A pré-candidata Quetuli Alvarez vem ganhando visibilidade em Jequié e região por trabalhar com projetos sociais, sendo ela fundadora da organização comunitária “ORG AMOR AO PRÓXIMO!” que atua com projetos como "A Fome Não Espera!" na qual ajuda famílias e instituições carentes na devastação que o Covid-19 causou; atua no projeto “Mães que amam” consistindo no cadastramento de recém-nascido sem favorecimento social para receber enxovais.


Trabalha também no projeto de distribuição de lavatórios públicos que auxiliam na desinfecção social em ação combatendo ao vírus que nos assola. sendo também uma apoiadora e admiradora do movimento “Jequié contra o cartel”.


“Sou filha de Jequié, nascida e criada aqui, tenho conceitos éticos e morais formados e consolidados, conhecimento geral amplamente estruturado, por ter havido a possibilidade de me aprofundar em áreas da saúde, educação, meio ambiente e turismo, graças a cursos que tive, incluindo bombeiro civil e segurança do trabalho nos quais me deram a possibilidade de estagiar também na plataforma petroquímica de Jequié”, finalizou.

 


Nenhum comentário: