quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Sindicato dos Bancários de Jequié e região participa de ato para barrar as demissões nos bancos, em Salvador.

Fabiano Miranda, Presidente do Sindicato dos Bancários de Jequié e Região explana na Paralisação Geral em frente ao prédio da Diretoria do Bradesco, Em Salvador


Sindicatos e federações de todo o País realizam manifestações nesta quinta-feira (15/10), Dia Nacional de Luta Contra Demissões nos Bancos. A atividade tem o objetivo de denunciar a postura irresponsável do Itaú, Bradesco e Santander que descumpriram o compromisso assumido publicamente e demitiram centenas de trabalhadores em plena pandemia do coronavírus.

Na Bahia, representantes dos bancários da capital e do interior fazem ato na frente do prédio da diretoria do Bradesco, em Salvador. A ideia é ocupar as principais agências destes bancos e também as redes sociais para cobrar responsabilidade das instituições financeiras, que continuam lucrando alto, mas querem reduzir o quadro de funcionários.

A pandemia não acabou, mas o Santander demitiu mais de mil bancários em 2020. Outras 400 demissões foram feitas pelo Itaú e o Bradesco se nega a cancelar as 427 demissões realizadas até o momento. Desde o início do mês estão sendo realizadas manifestações de protestos em frente a agências bancárias, tuitaços para denunciar à população a quebra de comisso dos bancos e outras ações nas redes sociais.

Os empregados trabalham sobrecarregados nas agências para atender bem os clientes, sofrem com assédio, são pressionados para bater metas altíssimas e agora precisam se preocupar se serão demitidos no final do dia.



Nenhum comentário: