Jequié: Inscrições para cursos gratuitos do Programa Desenvolve Jequié 0800 071 1710

Visite nosso Instagram

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Meio ambiente discutido em jequié

Foi realizado hoje a noite (04/06), na Câmara Municipal de Jequié encontro com ambientalista para discutir a situação do meio ambiente no município e região. Os vereadores Tinho do PV e Pé Roxo foram os autores do  requerimento. A palestrante do evento a ambientalista Rita Braga foi bastante indicativa nos problemas que vem degradando o meio ambiente principalmente no que diz respeito ao Rio das Contas. Fizeram parte da mesa diretora o promotor Mauricio calvacante, o Secretário de Governo Marcelo Aguiar e que é interino na pasta da secretaria Municipal de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente.


Em alusão ao dia do meio ambiente, comemorado em 05 de junho, a sessão especial da Câmara de Vereadores , realizada nesta quarta-feira, 04, serviu para que vereadores e plenária debatessem o tema. Problemas relacionados ao meio ambiente e o reduzido número de políticas públicas voltadas para a questão ambiental foram o foco dos pronunciamentos das pessoas presentes.
O secretário de Governo, Marcelo Aguiar, representou a prefeita Tânia Britto na mesa que dirigiu os trabalhos. Também fizeram parte da mesa o secretário da Educação, João Magno, e do Meio Ambiente, Cauã Peixoto, além do Promotor de Justiça, Maurício Cavalcante. Inema, Crea, Embasa, Coopeje, Cenasc, dentre outras entidades, também enviaram representantes.
Para Marcelo Aguiar, discutir o tema "meio ambiente" é de fundamental importância, já que fica cada vez mais evidente que a buscar pelo desenvolvimento de municípios, estados e União requer um pensamento e atitudes voltadas à sustentabilidade. "Assim, é possível avançar sem se esquecer das gerações futuras. Em Jequié, é necessário dialogar com a comunidade sobre o Rio das Contas, a mobilidade urbana e as matas ciliares, além da preservação da mata atlântica. O meio ambiente não pode ser responsabilidade apenas do poder público e, sim, de toda a sociedade", afirma.
A bióloga Rita Braga, do Instituto Viver, diz que cuidar do meio ambiente é um dever do poder publico e da coletividade e, nesse sentido, a Câmara foi provocada a realizar essa sessão especial. "A proposta do governo é criar uma parceria com a sociedade e o poder legislativo dando condição para que as pessoas possam criar seus projetos de sustentabilidade, complementa.
Maurício Cavalcante ressalta o dever da Promotoria Pública no cuidado com o meio ambiente: "O Ministério Público tem o dever de fiscalizar e de defender o meio ambiente, entretanto, a falta de contingente de fiscalização facilita a ocorrência de as ações criminosas contra o meio ambiente”.
Cauã Peixoto, diretor de Meio Ambiente, destaca os vários serviços que vem sendo desenvolvidos no município, dentre eles, destaque para os licenciamentos ambientais, a fiscalização da retirada de área do Rio das Contas e as licenças dos loteamentos, de acordo com o diretor, 95% dos loteamentos do município possuem licença ambiental.