Até que o problema seja reparado, a população poderá solicitar o SAMU através dos números: (73) 98236-8194 (73) 3527 2036

Visite nosso Instagram

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

População da Baixa do Bonfim unida no combate a Dengue e a febre Chikungunya


A Prefeitura de Jequié realizou na manhã desta sexta-feira (06), na Baixa do Bonfim, mutirão de limpeza para o combate aos focos do mosquito transmissor da Dengue e da febre Chikungunya. Com a participação das Secretarias de Saúde, Desenvolvimento Social, Educação, Infraestrutura e Serviços Públicos, Guarda Municipal e Polícia Militar e contando com o trabalho de cerca de 60 agentes da Vigilância Epidemiológica a ação realizou entrega de material informativo, ações educativas, coleta de material propício aos focos do mosquito e distribuição de sacolas para recolhimento do lixo.

Os agentes reuniram–se na Escola Municipal Dorival Borges e coordenados pelo secretário de Saúde, Heber Filho, foram distribuídos em equipes que percorreram as ruas do bairro, visitando as residências para orientação dos moradores e vistoriando vasos de plantas, caixas d’água e possível existência de água parada, locais de presença do foco do mosquito transmissor da dengue.


Segundo o secretário Heber Filho, é importante que todos colaborem eliminando de suas casas todos os materiais que possam acumular água da chuva, se tornando um criadouro do mosquito. "Estamos intensificando o trabalho de prevenção e pedindo a colaboração da população nesse processo”.

Os moradores do bairro aprovaram a ação de mobilização contra o mosquito realizada pela Prefeitura.  “A orientação dos agentes ajuda a conscientizar os moradores. Eu faço o possível para não deixar água acumulada, mas como tem material de construção na rua, existe o risco de ter foco do mosquito”, alertou o auxiliar logístico, Paulo Ramos Almeida, 28 anos.

Já a aposentada, Eufrosina Barbosa Queiros, 67 anos, moradora há 10 anos no bairro, revelou que já contraiu a doença duas vezes, e que agora tem a consciência do cuidado para evitar os focos do mosquito em sua casa. “Peguei dengue duas vezes, senti sintomas como vomito e cegueira, é uma doença que mata, precisamos cuidar dos nossos quintais e conscientizar do perigo”, revelou.

O mutirão foi realizado em aproximadamente 1580 locais na Baixa do Bonfim, destas 900 são residências e outras são áreas de terreno baldio, comércio e igrejas. 
Em caso de dúvidas ou solicitação de informações, disque DENGUE.

Telefones úteis:
Vigilância Epidemiológica: 3526 8932 / 8957
Central de denúncias: 3526 8911
Vigilância Sanitária: 3526 8944
Ouvidoria da Saúde: 0800 284 3800