quarta-feira, 27 de março de 2019

Alunos vão a luta contra ao aumento da passagem de coletivo R$ 2,80, em Jequié



Keller Cristina abismou os vereadores e contou com o testemunho de Zenildo Tourinho

A classe estudantil se mobilizou contra o aumento das passagens do transporte coletivo em Jequié. O BZM entrevistou a estudante Keller Cristina, aluna do Colégio Polivalente. A justificativa não condiz com a real situação do transporte coletivo em Jequié. Os estudantes conseguiram conversar com o presidente da Câmara de Vereadores Tinho de Valdeck e os vereadores Régis Silva e Admilson Careca no final da Sessão que pedia o afastamento do prefeito Sergio da Gameleira.
“R$ 2,80 é uma quantidade exorbitante para a realidade do transporte coletivo em Jequié”, protestou Keller Cristina. Ouça a desenvoltura da entrevista de Keller Cristina!


Carol Winne Um absurdo! Se ao menos cumprissem horários, tivessem pontos de ônibus cobertos e ônibus com cadeiras boas, era justo. Parece muita coisa? Pois bem, é o mínimo que a empresa de ônibus deveria oferecer com qualidade a população e nem isso faz, agora vem querer colocar uma passagem a R$2,80? 
Isso pq não citei a falta de educação dos motoristas, linhas para bairros distantes que não existe, ônibus que não passam em determinado horário obrigando estudantes a saírem 1h antes do fim da aula. A prefeitura tbm não faz sua parte na manutenção das ruas, haja coluna. 
São muitos os pontos de não aumentar a passagem. Melhorem a qualidade do transporte e depois pensem nisso!

Segundo Keller Cristina o cartaz está apagado por falta de grana para comprar tinta, imagina passagem.