terça-feira, 26 de março de 2019

Prefeito tem dificuldade para fazer recuperação de calçamento em Jequié






Moradores da Rua Nilo Peçanha, próximo ao antigo mercadinho de Ailton, cruzamento com a Rua Baixão, no Joaquim Romão,  tem o mesmo pensamento dos moradores da Rua Ari Barroso, no Jequiezinho. “Não queremos que o prefeito venha dizer que a rua estragou com as chuvas de março”, profetizou uma moradora.

O calçamento danificado destas ruas tem data, muito antes do primeiro ano de governo do excelentíssimo prefeito, disse dona Maria Celeste moradora da Rua Nilo Peçanha, o mesmo se aplica na Rua Ari Barroso. Por que uma simples recuperação de calçamento tem que ser tão difícil para a prefeitura de Jequié? Perguntou dona Justina Pimentel de 85 anos.

Já na 1ª TV. Francisco Mendes a situação é bem mais grave, a rua está interditada nos dois sentidos, muito antes das chuvas de novembro 2018.

Agora, veja a moral, lembra da rua que o vereador Dorival Júnior, imitou o líder comunitário Manoel da Feijoada, fazendo um vídeo cobrando atenção do prefeito, já foi recuperada!. A rua citada esta localizada próxima a Rua Princesa Isabel, e Felix Batista, no Joaquim Romão.

Recuperação de calçamento é manutenção. Segundo informações dos vereadores da minoria, o prefeito Sérgio da Gameleira, não faz os trabalhos de drenagem e recuperação de calçamento em Jequié, porque não quer. no ano de 2017,  o prefeito enviou um Projeto de Lei para a Câmara de Vereadores pedindo autorização para se criar a UEL - Unidade Executora Local, com cargos de engenheiros, arquitetos, entre outros profissionais da área de construção e projetos, com a finalidade de desenvolver os projetos e captar recursos de fundos perdidos do Governo Federal por meio do Ministério das Cidades.
Rua Ari Barroso há mais de dois anos tem avarias no calçamento neste trecho

1ª TV. Francisco Mendes os apelo são constantes e nada é resolvido

A rua Baixão é vitima da Rua Nilo Peçanha e das enxurradas do lago da feirinha