sexta-feira, 5 de abril de 2019

Onde jogar entulho em Jequié, na rua, na estrada, na praça, no Rio das Contas?





Uma cidade que não tem uma política de planejamento urbano, faz toda população sofrer. A existência um Plano Diretor elaborado na gestão do ex-prefeito Reinaldo Pinheiro, não teve eficácia ainda em Jequié.  Os restos de construções, e outros dejetos indesejáveis nas residências são descartados aleatoriamente por toda Jequié.
Dona Miralva Andrade, moradora da Rua Professora Virginia, contou a reportagem que descartou os resto de uma reforma, realizado em sua casa, junto ao material que a prefeitura fez a recuperação de calçamento. Alegando que é muito caro fazer o descarte por vias legais.
Esta semana um leitor enviou várias fotos de um descarte de refugos,  realizado por um caminhão no Anel Rodoviário Luiz Eduardo Magalhães.   Segundo informou, a prefeitura fez a limpeza do local retirando dezenas de caçamba de entulho, mais o descarte continua. “Não existe punição, aqui perto de minha casa diariamente vejo carroças, carros particulares, taxis, camionetes fazendo o descartando de tudo, sofá velho, madeira, placas de cimento.
  O acumulo de entulho tem serias conseqüências, proliferação de  animais peçonhentos a exemplo de escorpiões e cobras, além do mosquito aedes aegypt, transmissor de várias doenças.
Alem disso um aspecto de abandono social. Basta informar que o Rio das Contas está completamente entulhado, por resto de construções e lixo.