quinta-feira, 25 de abril de 2019

Veja vídeo: Empresa de coletivo faz reajuste de passagem sem sanção do prefeito de Jequié







Estudantes das redes municipal, estadual e federal de ensino de Jequié, voltaram a protestar pelo aumento abusivo da passagem de ônibus coletivo. Um protesto foi realizado ontem (24.abr.2019), por várias ruas do centro comercial de Jequié e no interior da Câmara Municipal.
Segundo o presidente do Grêmio  Estudantil do Colégio Polivalente Herbet Gomes  a proposta dos estudantes é que os vereadores revejam o aumento e as condições da frota de ônibus da empresa Expresso Rio das contas. “A empresa já aumentou os valores sem ser sancionado pelo prefeito de Jequié. O prefeito não autorizou o aumento, e estamos pagando” disse.
“As reclamações são grandes,   a empresa não tem oferecido um serviço digno com o que cobra”, disse  Matheus Ferreira aluno do Instituto Federal da Bahia (IFBA),  que informou a reportagem do BZM que a linha que transporta os alunos do IFBA, a empresa deixa os alunos na BR-116.
O BZM procurou a empresa, até o fechamento desta matéria não teve resposta. A informação do aumento das passagens foi transmitida pelo gerente da concessionária, Jaridison Santana, em entrevista a concedida ao radialista Souza Andrade (Jequié FM 89,7) no dia (10.abr.2019), foi um percentual de 25%, com o bilhete passando dos atuais R$2,00 para R$2,50, valor que ficou abaixo do solicitado pela empresa, que enfrenta grande defasagem por problemas acumulados ao longo dos últimos anos. Segundo Jaridison Santana, a empresa ficou com a tarifa congelada por quase dez anos, de 2008 a 2017. Veja vídeo aqui!