segunda-feira, 20 de maio de 2019

Jequié: AJHE Equoterapia diz que Aline Peixoto apoderou de projeto


Idealizadores do Projeto AJHE Equoterapia, estão dizendo nas redes sociais, que a primeira-dama do estado da Bahia a jequieense Aline Peixoto, apoderou do projeto vigente e feito há tantos anos pela Associação Jequieense de Equoterapia.
"As pessoas esquecem que Jequié é uma cidade pequena, a Ajhe Equoterapia Jequié na Bahia, faz esse trabalho lindo há muitos anos e muitos de nós conhecemos essa história desde o início.
Antes de conhecer Pedrinho e Luana Bertani, essa senhora (Aline Peixoto), nem sabia o que era Equoterapia, passou a conhecer o projeto após ter sido apresentada a Pedrinho e Luana por um amigo em comum, reconheceu o belo trabalho deles e resolveu abraçar o projeto para ajudá-los, isso foi público na época, inclusive com diversos agradecimentos a esse amigo em comum que hoje deve estar arrependido desse feito.
Ora! E o que aconteceu com a ajuda tão desejada que essa senhora ficou de dar?
Onde foi parar os R$ 180 mil arrecadados do show de Léo Santana para terminar a sede da Ahje (isso mesmo, a sede da Ajhe, pois foi para esse fim que o show foi divulgado e muitos fizeram questão de ir para ajudar a Ajhe.
No telão do show ainda foi apresentado o PROJETO DA AJHE, com Pedrinho, Luana e outros e um pouco da sua história), isso tá registrado para quem quiser vê, são 12 anos de história bem documentados.
Esse dinheiro nunca chegou a obra para a Ajhe, usaram o nome, a imagem e projeto deles, arrecadaram o dinheiro e nada foi feito. A obra terminou agora, depois que essa senhora destruiu o sonho da Ajhe quando viu que eles não se dobrariam fácil.
Querem se apossar de um projeto vigente e de sucesso de qualquer jeito, mas esquecem que hoje, as redes sociais dá voz ao povo, aos oprimidos e injustiçados, temos o direito de exigir a prestação de conta dessa falta de vergonha e desse dinheiro, onde está? Por que usar a imagem e o projeto do outro  souberam e dar-lhes o que é de direito, nada! 
Essa é a nossa política vergonhosa, a política Brasileira. Hoje o projeto da Ajhe virou um meio para um fim. Colocaram pessoas que nunca trabalhou com crianças especiais e ou com cavalos, que após tomarem algumas horas de curso, se dizem preparadas para realizar um trabalho que antes era feito por especialistas com uma bagagem imensa" diz a nota.

A Polícia Militar assumiu os destinos do Projeto de Equoterapia em Jequié, afastando a AJHE Equoterapia da administração do projeto. Recentemente uma visita do alto comando da Polícia Militar esteve na cidade visitando as instalações que não foram inaugurada porque a preimeira-dama aline peixoto não pode comparecer. A data foi remarcada.