terça-feira, 13 de agosto de 2019

Vereadores da base impedem novo pedido de impeachment contra o prefeito de Jequié



Ás 18h41foi anunciado na Câmara Municipal de Jequié um novo pedido de impeachment contra o prefeito de Jequié Sérgio Suzarte, protocolado pelo líder comunitário e professor José Leintinho dos Santos.O pedido foi aceito pelo presidente Tinho de Valdeck e lido pelo vereador José Augusto.
Porém, os vereadores da base conseguiram debelar a situação.  O vereador Eliezer Fiim aceitava votar favorável se o afastamento não fosse de imediato do prefeito.

Segundo o site oficial da Câmara Municipal de Jequié,  assinado pelo professor da rede municipal de ensino, José Leintinho, foi arquivado na sessão ordinária da Câmara, desta terça-feira (13.08.19). Dos 10 votos necessários, o pedido obteve 7, de 13 vereadores presentes. O presidente Tinho não tem direito a voto nesse caso. Votaram favoráveis ao impeachment os vereadores Reges, Colorido, Joaquim, Careca, Dorival, Gilvan e Laninha, enquanto votaram pelo arquivamento os vereadores Ivan, Pastoleiro, Marcinho, Fiim e Gutinha.
Esta solicitação, a exemplo de duas anteriores, também foi baseada em denúncias relacionadas à aplicação de verbas na área da educação. Neste caso especifico, diz respeito a possíveis irregularidades apontadas nas obras de reforma da Escola Franz Gedeon, no bairro Jequiezinho.
 Na peça da denúncia é alegado a existência de trabalhadores contratados pela Prefeitura, por meio da Cooperativa de Trabalho ATIVACOOP, os quais realizavam a reforma da citada escola, sendo, segundo o denunciante, obrigação da BMV Construções e Incorporações Ltda., empresa vencedora da licitação para a execução das obras nos prédios escolares do Município.
Vale salientar que, neste momento, a Câmara de Vereadores vem apurando, via Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), denúncias relacionadas aos precatórios, estando na fase de oitivas. Até agora, em duas sessões, seis pessoas já prestaram esclarecimentos.