domingo, 13 de outubro de 2019

Viva irmã Dulce, santa baiana canonizada neste domingo 13/10

Esta é a foto citada na matéria conseguida nos arquivos do Jornal A Tarde

O Vaticano considera, oficialmente, que a Irmã Dulce será a primeira santa brasileira. Embora outras brasileiras e uma religiosa que atuou no país tenham sido canonizadas pela Igreja Católica, a irmã Dulce é a primeira mulher nascida no Brasil que teve milagres reconhecidos.
Irmã Dulce, cujo nome verdadeiro é Maria Rita Lopes Pontes, foi uma das religiosas mais populares do país e ficou conhecida pelo trabalho filantrópico e pelo legado que deixou nas Obras Sociais que levam seu nome. 
Como jornalista,  editor do Blog www.zeniltonmeira.com, sempre acompanhei os trabalhos de irmã Dulce pelas páginas do Jornal A Tarde, veiculo que trabalhei por 14 anos. O fim das palafitas de Alagados foram uma das maiores lutas da Santa, local que ajudava as pessoas carentes. A imagem da santa Dulce que visualizo é uma foto que saiu na primeira página do Jornal A Tarde, na janela do hospital, após recuperação de saúde, onde pegava o primeiro plano um anel com um crucifico de Jesus Cristo.