sábado, 30 de novembro de 2019

RETIRADA DE REGÊNCIA DOS PROFESSORES DE JEQUIÉ PODE TER RELAÇÃO COM VENDAS DE SENTENÇAS




A denúncia parte de um dos membros da bancada da minoria na Câmara de Vereadores de Jequié, o saldado Gilvan. Segundo o vereador, as liminares concedidas ao prefeito Sérgio da Gameleira em desfavor da APLB Sindicato aconteceu em tempo recorde - 4 horas- . A primeira delas foi para barrar a greve dos professores em 15/08. A segunda, ocorreu no mês seguinte e refere-se à determinação de um juiz de Jequié que determinava o retorno imediato da Gratificação de Regência aos professores, mas, foi cassada.
Diante dessa nova situação o prefeito “inexplicavelmente” busca outra vez – em tempo recorde -  junto ao TJBA outra liminar suspendendo a liminar do juiz de primeiro grau de Jequié, fato que causou perplexidade e suspeição não apenas ao edil mas à toda a comunidade jequieense e até no meio jurídico principalmente porque, a essa altura a imprensa de todo o Brasil e exterior já havia noticiado a absurda e vergonhosa venda de sentenças no TJBA, motivo esse que a princípio levou ao afastamento de desembargadores e juízes e, posteriormente à prisão dos mesmos.
Além dessa, muitas outras denúncias foram feitas na Tribuna da Câmara de Vereadores de Jequié citando supostas irregularidade do prefeito Sérgio da Gameleira, dentre as quais,atos de improbidade, desvio de verbas pública, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, enriquecimento ilícito, afastamento da prefeita anterior em 2015 e 2016, intimidação a um membro do Poder Legislativo, gasto indevido de R$ 205 milhões do Precatório, sem falar em mais de 3,5 milhões que deverá ser devolvido aos cofres do municípios.
Rebatendo ao soldado Gilvan, o prefeito de Jequié emite Nota Pública refutando as acusações proferidas pelo vereador, cobra apresentação das provas e diz que o discurso do vereador além de falácia, é um discurso irresponsável uma vez que o edil é contumaz em produzir fake News e o acionará judicialmente. Nesse diz que me diz, Gilvan responde ao prefeito advertindo-o que as preocupações do chefe do executivo deveriam ser outras que não as ameaças à sua pessoa.


 VEREADOR SOLDADO GILVAN RESPONDE NOTA DO PREFEITO


Na tarde de hoje (28)  o prefeito Sérgio da Gameleira utilizou as redes sociais para publicar uma "Nota Pública" na qual o mesmo faz críticas e acusações de "fake News"  ao vereador Soldado Gilvan, em virtude do mesmo ter utilizado a TRIBUNA DA CAMARA DE VEREADORES DE JEQUIÉ citando a vergonhosa situação em que se encontra o TJBA, com afastamentos de desembargadores e até mesmo prisão e afastamento de juízes. No seu discurso, o Soldado Gilvan que POSSUI IMUNIDADE PARLAMENTAR, apontou a suspeição de suposta compra de setença realizada pelo prefeito, quando da liminar em tempo Record de menos de 4 horas, que o referido gestor conseguiu, para barrar a greve dos professores no dia 15/08.

No mesmo dia da greve, o prefeito 4 horas depois já estava com uma liminar nas mãos. No mês seguinte,  a APLB sindicato consegue uma liminar na Justiça local, proferida pelo juiz de Jequié, determinando o retorno imediato da Gratificação de Regência, sob multa de 100 mil reais ao gestor pelo descumprimento. Em seguida, o prefeito busca recurso novamente no TJBA e novamente em tempo Record e suspeito, consegue nova liminar suspendendo a liminar do juiz de primeiro grau em Jequié.

Fato esse estranho e suspeito no meio jurídico, onde as mesmas pessoas, foram afastadas por venda de sentenças.

O que o Soldado Gilvan falou foi o que está estampado nos jornais e blogs de todo o Brasil, chamando a atenção para uma situação específica na cidade de Jequié.

Um outro fato que chama a atenção também, deve vir à tona foi o afastamento da prefeita Tania Britto em 2015 e 2016, por decisão de desembargador que também foi afastado e acusado de possuir mais de 50 contas bancárias e patrimônios superior ao que poderia ter.

Fato estranho é, um blog de Salvador Bahia Notícias, apresentar uma matéria de uma discurso na Camara de Jequié, blog esse que recebe RECURSOS DE SERVIÇOS PRESTADOS À PREFEITURA DE JEQUIÉ. Ou seja, o prefeito posta uma matéria em blog mantido pela prefeitura por meio da empresa SINAPSE, para criar uma situação e buscar por meio de ameaçaa de processos tentar intimidar um Membro do Poder Legislativo Municipal ( prática contumaz da gestão).

"Sr. Prefeito de Jequie, acredito que sua preocupação maior ao invés de responder às críticas feitas à sua péssima gestão para com Jequié e seu "modus operandis",  deveria ser de prestar contas dos mais de 205 milhões que V. Sr gastou e não fez nada de relevância para Jequié e, por conseguinte, para a Educação. Deveria se preocupar com os mais de 3,5 milhões que deverá devolver aos cofres públicos, sentenciado pelo TCM.

V. Excelencia Sr Prefeito  presta um total deserviço para  com a população quando deixa centenas de pais de família que prestam serviços com seus veículos alugados, por 5 meses sem receber os seus proventos, os cargos comissionados com salários atrasados, o IPREJ quebrado, a empresa de coleta de lixo Locar há 5 meses sem receber, a empresa que administra e opera o  aterro sanitário há 7 meses sem receber, entre tantos outros credores, inclusive repetindo o mesmo que ocorreu no Natal passado.

V. Excelencia Sr gestor entrará para a história política de Jequié como o pior é mais corrupto gestor. Há, e tudo devidamente denunciado e provado aos órgãos sérios e competentes como o MPF, PF, CGU, TRF1,  Ministério da Justiça, entre outros tantos.

V. Excelência deveria ir se preparando para pagar e devolver devidamente tudo o que o Sr retirou do povo de Jequié. Esses 3.5 milhões somente é do ano de 2017, ainda vem por aí 2018, 2019 e se  terminar o mandato, 2020.

O povo de jequie esta de olho aberto e já sabe da sua fama que já corre pra fora dos limites de Jequié, da Bahia e do Brasil, Sr. GAMELEIRA.

Sobre os possíveis processos que respondo na justiça, posso afirmar o seguinte",  Sr. Prefeito:

V. Excelência não sabe, não imagina o quanto eu (Soldado Gilvan) me orgulho de responder todos esses processos, desses, alguns já arquivados e outros absolvidos. Processos da época de trabalho nas ruas de Jequié pela Polícia Militar, em defesa da sociedade, mesmo com o risco da própria vida conforme nosso juramento e processos da época da Greve da Polícia Militar em 2012, onde lutamos juntamente com outros companheiros, em defesa da nossa categoria de trabalhadores policiais e bombeiros militares, coisa que o prefeito de Jequié nunca soube o que era ser um trabalhador, pois sempre viveu às custas do vosso trabalhador e honrado pai.

Seu rastro. Sr Prefeito é de falência de empresas que o Sr administrou ao longa da vida e agora TENTA QUEBRAR/FALIR a nossa querida cidade Jequié. Basta tão somente olhar no seu passado.

E outra, tenho orgulho porque os processos citados pelo prefeito, não são acusações de CORRUPÇÃO, ATOS DE IMPROBIDADE, DESVIO DE VERBAS PÚBLICAS, CORRUPÇAO ATIVA E PASSIVA, LAVAGEM DE DINHEIRO, ENRIQUECIMENTO ILÍCITO POR OBRAS SUPERFATURADAS, COBRANÇAS DE PROPINAS PARA EMPRESAS CONTRATADAS, entre outras que ele o Prefeito GAMELEIRA responde e responderá na justiça.

Dos meus processos Exelentissimo Sr prefeito eu tenho orgulho de responder, porém, os seus envergonha a sua família que sempre teve a marca do trabalho sério em Jequié na empresa Gameleira. Seu pai sempre foi um homem trabalhador e honrado que não merece passar por essa vergonha de vê um filho nos caminhos do mal, da dissimulação, da mentira e da corrupção.

Jequié merece respeito e não merece um prefeito da sua marca. Jequié e nós queremos saber onde o Sr colocou os 205 milhões de reais de precatórios que se transformaram em pó e nenhuma obra foi feita na cidade de Jequié. A PF, MPF, CGU, TCM, TRF1 já estão de olho em V. Exc".

Quanto a processos, pode utilizar o TJBA como V. Excelencia afirma no texto que utilizará para que eu me defenda, sob ameaças subliminares de que V. Exc irá usar seu " prestigio" para me prejudicar. Saiba que uma representação também está sendo feita à PF e Força Tarefa para apurar essas sentenças, afinal, o Sr sabe que eu sei "o que você fez no verão passado".

Soldado Gilvan
Vereador
Membro da Bancada da Minoria