quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Dois prédios históricos serão demolidos sem consulta popular em Jequié


Dois prédios históricos em Jequié serão demolidos para da acesso a uma nova avenida no centro comercial de Jequié. O governo do estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), assinou, em 28.dez.2019), o contrato com a empresa vencedora da licitação para a construção de uma nova ponte sobre o Rio de Contas. A obra incluem uma articulação viária do entorno. A empresa ganhadora da licitação foi a  Top Engenharia Ltda., que receberá R$ 25.569.507,03 para realização das obras, que têm um prazo de execução de 18 meses.

Os prédios históricos serve a Secretaria Municipal de Infra Estrutura e a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e ao almoxarifado da Secretaria Municipal de Saúde, que segundo informações serão desocupadas em breve, transferindo estes setores para outros imóveis provavelmente alugados pela prefeitura de Jequié.

A grande questão desta aquisição é que o governo estadual não ouviu a comunidade para saber o que de fato querem, se este é o melhor local para a construção da ponte. A prefeitura por sua vez também não se mobilizou e nenhuma reunião ouve para ouvir a população.

A Câmara de Vereadores também fez vista grossa, não realizou nenhuma ação para ouvir a comunidade. 

Uma empresa chegou na cidade fez o trabalho de topografia e pronto. Estão enfiando goela abaixo a decisão do governo do estado.

Tem moradores que acham que é um desperdício fazer uma nova ponte neste local. A cidade precisa crescer e este não seria o local ideal.  

Há muito tempo que este pleito vem sendo cogitado, a ligação do bairro do Mandacaru com o Jequiezinho seria mais uma alternativa mais coerente para o desenvolvimento e nada disso foi levado em  consideração pelo atual gestor. 

A pergunta que não pode calar. Quando Jequié terá oportunidade de ter outra ponte sobre o Rio das Contas? A cidade vive um retrocesso administrativo, perdendo posições na economia da Bahia.

Veja vídeo aqui no @zeniltonmeira