sexta-feira, 20 de março de 2020

Turbulências-Pós 15 no Brasil

Resultado de imagem para Joilson Bergher

Publicidade[A MINHA narrativa no livro do dia.] - Turbulências-Pós 15 no Brasil. Pronto, o índice da IBOVESPA, despencou 13, 92%, no acumulado do ano, esse índice já soma 38%. O que isso significa? Piora o humor do mercado-rentista. O mercado está com medo…e o medo gera pânico e o pânico define preços, gerando especulação e sumiço de produtos, gerando o perigo já conhecido no Brasil: racionar produtos. Na outra ponta, o ato irresponsável de um presidente do Brasil, que contrariando protocolos de seu ministro da saúde acertado em coletiva num pronunciamento nacional, incentiva seus apoiadores a ir passear nas ruas do Brasil a defendê-lo diante de sua incompetência enquanto presidente. Fez pior, com suspeita de estar infectado, ainda beijou, e tocou nesses manifestantes. Por isso, pode ser acusado de ter colocado o pais em risco, podendo sofrer alguma penalidade, inclusive um {Impeachment}, algo que já está sendo alinhavado nos bastidores do poder em Brasil.  Aliás veja e leia.  “A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) afirmou em discurso na Assembleia Legislativa de São Paulo que o presidente Jair Bolsonaro deve ser afastado de suas funções após ter endossado e participado das manifestações realizadas neste domingo, 15. Janaina classificou a decisão de Bolsonaro de se confraternizar com apoiadores em frente ao Palácio do Planalto como um “crime contra a saúde pública” em meio à pandemia do corona-vírus. Quando as autoridades têm o poder e o dever de tomar providências para evitar um resultado danoso, e assim não procedem, elas respondem por esse resultado. Isso é homicídio doloso. Será atribuído ao governador do estado de São Paulo, será atribuído ao presidente da República, principalmente ao presidente da República, porque o que ele fez ontem é inadmissível, é injustificável, é indefensável. É um crime contra a saúde pública. Ele desrespeitou a ordem do seu ministro da Saúde”, afirmou Janaina, que pediu para o vice-presidente, Hamilton Mourão (PRTB), assumir a chefia do Executivo Federal. Fonte – Veja.politica.com, acessado, 16 de marco, 2020. Ao contrario dessa deputada golpista, nós da esquerda, queremos tirá-los, todos eles, dessa presidência. Os fatos fatalmente levarão a essa possibilidade concreta. Ainda hoje, os debates voltaram a tona, a formação de uma junta médica para avaliar a mente, a sanidade desse rapaz, que se diz presidente do Brasil. Na outra ponta, na Bahia, segue o monitoramento do Vírus-Corona. A Bahia entre todos os Estados, é o que melhor se preparou caso haja uma proliferação do Vírus. O Lacen, laboratório que produz insumos e medicamentos por exemplo, leva apenas quatro horas para realizar os exames para detectar a doença, enquanto que os laboratórios particulares em média levam 5 dias, os outros Estados também, diferente do Rio e São Paulo, os Estados do Nordeste estão na vanguarda contra o corona-Vírus, São os dados oficiais do Ministério da Saúde, que aferem essa informação. Além disso, num decreto publicado ontem, o governo da Bahia, resolveu fechar as fronteiras contra a entrada de pessoas vindas do Sul do País, nas BRs do governo federal que cortam a Bahia. Caminhoneiros, por exemplo, com temperatura alta terão que fazer exames, e a depender dos resultados, terão que ficar de quarentena. As aulas nas escolas estaduais das cidades de Salvador, Porto Seguro e Feira de Santana, foram suspensas por essas cidades apresentaram casos do Corona-Vírus, as outras, segundo o governo, estão sendo monitoradas. É bom afirmar que, até agora, são 300 casos confirmados da infecção do vírus no Brasil....mais de 2.000 casos suspeitos. A escolha de Sofia terá que ser feito no plano do mundo real, ou seja, não dá pra se tratar os problemas do Brasil igualado a um deus, qualquer que seja ele, principalmente aquele se parece ao que mercadeja uma fé alheia, desprovido da realidade factível diária como a gás e cozinha a quase 100 contus de real, por exemplo. Ah, e outra, a economia no mundo está estagnada, e no Brasil pós-golpe, depauperamos literalmente no entorno d’uma bomba relógio de efeitos retardado prestes a explodir…. Joilson Bergher, professor.