Prefeitura de Jequié contesta matéria de radialista sobre a escola Joana Angélica em Itajuru

Visite nosso Instagram

quinta-feira, 16 de abril de 2020

Sindguardas-BA veio a Jequié resolver atraso de salário da Guarda Municipal

"O vírus maldito em Jequié não é o Covid-19, é o prefeito", disse Pedrao de Oliveira

PublicidadeIndignado com a postura do prefeito de Jequié, o presidente do Sindicato dos Guardas Civis Municipais do Estado da Bahia (Sindguardas-BA), Pedro de Oliveira Santos, esteve em Jequié para conversar com o prefeito Sergio Suzarte. O que seria um encontro de negociações culminou numa tentativa frustada de resolver a situação salarial dos Guardas Municipais de Jequié, que estão sem recebe há mais de 16 dias.
De acordo com o presidente do sindgardas-BA, o prefeito fez pouco caso, faltou com respeito com a presidência da categoria. Ato que vem acontecendo há seis meses e a corporação tem passado por apertos financeiros.
O vice-presidente do Sindguardas-BA Paulo Sérgio Farias, que pertence a Guarda Municipal de Jequié acompanhou todas a tentativa de dialogo, entre o sindicato e o chefe do executivo.
Segundo Paulo de Oliveira, o prefeito que é do seu partido PSC, está deixando a desejar com os profissionais competentes, que trabalham diuturnamente para defender a cidade. "Providencias estão sendo tomadas com o setor jurídico do Sindguardas-BA, no intuito de defesa da nossa corporação", disse.

Nenhum comentário: