quinta-feira, 21 de maio de 2020

PRÓXIMA SESSÃO DA CÂMARA SEM DATA DEFINIDA

A próxima sessão da Câmara Municipal de Jequié ainda não tem data definida e provavelmente será ordinária. Cauteloso, o presidente da Casa, Emanuel Campos – Tinho – informa que avalia o melhor momento em razão da pandemia do coronavírus, fato que exige a adoção de medidas preventivas rigorosas para evitar uma possível disseminação do vírus.
Nos últimos meses, por causa da pandemia, os vereadores têm se reunido, semanalmente, em reuniões extraordinárias, para votação de projetos encaminhados pelo Poder Executivo. As reuniões, transmitidas pelo Facebook da Câmara, são restritas aos vereadores e aos funcionários diretamente ligados à realização das sessões. Profissionais de imprensa também podem acompanhar respeitando as normas de distanciamento social, assim como o uso de máscaras que é regra para todos os que acessam e permanecem no plenário.
Em relação a denúncia contra a Gestão Sérgio da Gameleira, por ato de improbidade administrativa, protocolada na presidência da Câmara pelo professor José Carlos, e que seria votada no último dia 13, o vereador Tinho afirma que, inevitavelmente, a denúncia será lida e votada na próxima sessão, conforme estabelece o Regimento Interno do Poder Legislativo de Jequié.
Esclarece que cada Câmara tem o seu Regimento. Em Jequié, independente da vontade do presidente, dos demais vereadores e de quem quer que seja, uma vez protocolada a denúncia, o seu teor deve ser lido e votado na sessão seguinte após o recebimento.
A leitura da denúncia, que estava marcada para o último dia 13, não foi realizada, conforme amplamente divulgado, por força de uma liminar.

Nenhum comentário: