Veja matéria no IGTV no rodapé da página sobre a Barragem da Pedra, que estará soltando cerca de 500m³/s de água até quarta-feira

Visite nosso Instagram

quarta-feira, 22 de julho de 2020

Jequié precisa investir em atenção básica de saúde, afirma Zé Cocá



“Jequié precisa priorizar e investir em atenção básica de saúde para prevenir o agravamento de doenças e evitar o colapso no Hospital Prado Valadares, referência para tratamento de pacientes com Covid 19”. A afirmação é do deputado Zé Cocá (PP), que debateu o tema durante live com a gerente de enfermagem do Hospital Prado Valadares (HPV), Polliana Leandro, com o diretor de Atenção Básica da Bahia, José Cristiano Soster, e com o pré-candidato a prefeito de Lajedo do Tabocal, Marquinhos. Zé Cocá afirmou ainda que é preocupante a situação de Jequié, com 2.400 casos confirmados de Covid-19 e 56 mortes até essa segunda-feira (20), e ponderou que medidas preventivas devem ser tomadas de imediato para evitar o crescimento dos casos.

De acordo com Polliana Leandro, o Hospital Prado Valadares atende a 7.500 pessoas por mês, mas 80% dessa demanda deveria ser atendida pela estrutura de atenção básica, mas a população não se sente confiança na estrutura municipal, buscando soluções no HPV. O diretor de Atenção Básica da Bahia enfatizou que a atenção básica é fundamental no processo de prevenção, e ponderou que a situação de Jequié poderia ser diferente em relação aos casos de coronavírus se tivesse atenção básica vigilante. Ele citou a Nova Zelândia, Austrália e Cuba, que enfrentaram bem a pandemia com medidas de prevenção. Tanto Polliana quanto Cristiano entendem que é fundamental detectar quem tem sintomas antes de desenvolver a doença.

Para o deputado Zé Cocá, “a prevenção é o melhor remédio para reduzir a curva de crescimento da pandemia”. Ele lembra que Jequié tem uma população significativa de idosos, é crescente o número de diabéticos e pessoas com hipertensão arterial, e afirma que “precisamos de atenção básica efetiva”. Ele destaca ainda que falta monitoramento na cidade para evitar aglomerações nas filas dos bancos, nas lojas e supermercados. “É preciso trabalhar na conscientização da população e efetivar a prevenção com isolamento social, uso das máscaras e higienização das mãos”.

Para José Cristiano Soster, o atendimento mais rápido na atenção básica é fundamental para evitar o internamento e agravamento da situação. Ele ensina que é preciso dar assistência ao grupo de risco e ampliar o acesso para quem tem sintomatologia leve, ou síndrome gripal. Ele destaca que a atenção básica deve ser coordenada pela gestão municipal, que precisa ser forte, presente e orientadora, e estar atrelada às políticas de saúde estaduais e regionais.

A gerente de enfermagem do Hospital Prado Valadares pensa da mesma forma e avalia que “esse é o momento de pensar com muita clareza em priorizar a atenção básica do município para reduzir a curva de crescimento da doença”. Como resultado das medidas preventivas adotadas a tempo, ela citou Vitória da Conquista, que tem quase o dobro da população de Jequié e registrou menos casos de coronavírus.

Nenhum comentário: