quinta-feira, 6 de agosto de 2020

RETIRADA DA REGÊNCIA DOS PROFESSORES DE JEQUIÉ COMPLETA UM ANO

A retirada da regência dos professores da rede municipal de ensino de Jequié, pela gestão Sérgio da Gameleira, completa um ano nesta quinta-feira (06ago20). O ato, considerado indevido, foi através do Decreto Nº 20.091/2019, publicado no dia 6 de agosto e retroativo a julho. Foram afetados com a retirada da Valorização/Regência mais de 500 trabalhadores. A categoria, que já enfrentava inúmeros problemas, passou a sentir-se ainda mais desvalorizados. Desde então, ouve-se relatos de profissionais desmotivados e adoecidos.

A APLB, sindicato que representa a classe, e muitos professores individualmente e representares de outros setores, têm lutado para garantir a retorno do pagamento, com o argumento de que o gestor não poderia ter derrubado uma lei com um decreto.

O clima permanece de insatisfação. Ninguém se conforma com uma alteração dessas sem que tenha ocorrido um amplo debate. “Há mais de 20 anos a categoria recebia essa gratificação que tem Base Legal no Estatuto e Plano de Carreira do Magistério Municipal”, argumenta da dirigente sindical, professora Caroline Moraes.

Nenhum comentário: