Jequié: Inscrições para cursos gratuitos do Programa Desenvolve Jequié 0800 071 1710

Visite nosso Instagram

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Governo do Estado da Bahia encerra convênio com Hospital de Amor de Barretos e pacientes ficam sem atendimento em Jequié e região


Segundo informações de seguidores do Blog Zenilton Meira, que prestam serviço a Policlínica de Jequié no início da semana foram informados que o convênio entre SESAB e Hospital de Amor (hospital referência na América Latina em diagnóstico e tratamento de câncer) foi encerrado. A Fundação tem interesse em continuar, a SESAB que solicitou o fim do contrato, tendo em vista que a região de Jequié, abrange o município de Jequié + 27 municípios, o número de mulheres dentro da faixa etária de rastreamento para realizar MAMOGRAFIA é 72.466 mulheres e para realizar PREVENTIVO é 131.737 mulheres, com base nos números fornecidos pelo IBGE no último censo. Além da mamografia e preventivo, a Unidade oferecia todos os serviços para complementar esses dois exames até chegar ao desfecho do diagnóstico, com a agilidade e eficiência para as pacientes não precisarem ficar vindo várias vezes de seus municípios.

Dentre esses serviços, podemos citar a estereotaxia, que é um tipo de biópsia realizada na mama por médicos, utilizando o aparelho de mamografia digital, e que pode detectar o câncer de mama ainda no estágio muito inicial, antes mesmo de se formar o nódulo. Além de exames complementares para diagnóstico do câncer de mama, existem os de diagnóstico para o câncer de colo uterino, que é a CAF (Cirurgia de Alta Frequência), um pequena cirurgia realizada no consultório ginecológico que tem o objetivo de evitar que a lesão preexistente evolua para um. câncer e, infelizmente, não temos acesso com facilidade a esse procedimento aqui em Jequié, pois nem particular é fácil de encontrar.

Segundo a informante, que pediu para preservar o nome, ressaltou que não está só fechando a unidade daqui de Jequié. São mais 4 unidades aqui na Bahia, logo, o número de mulheres que ficarão sem o atendimento é muito maior que o citado acima. A Avon fez a doação de aparelhos de última geração e valores altíssimos. Além da doação da Avon, teve tudo o que o governo da Bahia investiu para fazer acontecer o serviço, fala-se de milhões de reais em equipamentos, contratação de pessoal, materiais e insumos. "Sabemos que esse dinheiro vem do nosso bolso, dos nossos impostos. Existem relatos de pacientes acerca da facilidade de estar dentro do serviço para realizar os procedimentos, pois não precisam estar em filas aguardando para marcar cada consulta", disse.


Nenhum comentário: