Zona rural da região de Florestal está sem sinal da Vivo há 30 dias

cabeçario

Visite nosso Instagram

sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Posse do legislativo e do executivo termina com culto evangélico na Prefeitura de Jequié

Foto: Zenilton Meira                  Formação completa dos novos legisladores e gestores de Jequié


Diferente dos outros anos, a solenidade de posse do legislativo e do executivo foi realizada sem a presença de populares. A pandemia do novo coronavirus Covid-19 contribuiu para uma cerimônia com poucas pessoas no evento de posse dos novos gestores de Jequié.

O prefeito Zé Cocá disse que a eleição para escolha da nova diretoria da Câmara de Vereadores entra para a história pela aceitação unânime para o terceiro mandato do vereador Tinho de Valdeck.

Novidades e mudanças à parte, a indagação de muitos sobre o prefeito eleito é:“Será que vale apenas, deixar um mandato de deputado estadual para ser prefeito de Jequié?”, O prefeito Zé Cocá assegura que sim. Segundo ele, daqui um a dois anos os jequieenses verão uma Jequié melhor, sem cabide de emprego.

O prefeito disse ainda que: “É com a crítica que nós aprendemos a mudar, nem sempre os grandes elogios é o que nos modifica, vou acordar cedo e dormir tarde para administrar Jequié. Essa cidade vai sair do buraco em que está”, afirmou.

Mudando um pouco o cenário e, para que os "escolhidos" se recordem, a posse dos cargos à secretarias foi realizada na sede da prefeitura de Jequié, antes porém, foi realizado culto evangélico de gratidão e pedido de bênçãos e sabedoria para todos os envolvidos nessa nova etapa da administração de Jequié.

Sem abordagem alguma à figuras do passado recente, da desastrosa administração pública da cidade do Sol, os discursos da vice-prefeita Polliana e do prefeito Zé Cocá foi carregado de palavras de otimismo e promessas de superação. Entretanto, é sempre bom lembrar que ter otimismo é muito bom, traz esperanças, que promessas devem ser cumpridas, mas, é necessário ação, coragem, vontade política e, apoio de outras esferas para retirar Jequié da situação desordenada dos últimos anos.

Sem a tradicional passagem de faixa, momento simbólico, não acontece há dois mandatos. As  solenidades não contaram com a presença do prefeito anterior. Desgastado politicamente o ex-prefeito age como se estivesse enterrando seu nome para a história política de Jequié.

Ao povo jequieense resta acreditar em melhores dias, torcer e acompanhar os acontecimentos tanto da casa legislativa, quanto do poder executivo. 2021 será um ano com votos de renovação aqui na nossa terrinha, assim como em mais de 5 mil municípios do Brasil. 

Hassan Iossef (Governo)
Alexsandra Souza Silva (Administração)
Antônio José Lins (Fazenda)
Cleber Ramos de Jesus (Controle e Transparência)
Daniel Quadros Nogueira (Procurador Geral).
Eliezer Pereira ‘Fiim’ (Relações Institucionais e Comunicação Social)
Polliana Leandro (Saúde)
Patrícia Miranda Brandão (Desenvolvimento Social)
Domingos Ailton (Cultura e Turismo)
José Claudemiro Brandão (Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente)
Matheus Macedo ‘Budega’ (Esporte e Lazer)
Lucindo Menezes (Infraestrutura e Serviços Públicos)
Elvia Santana (Educação)


Dona Glória ladeada pela atual secretária de Desenvolvimento Social Patrícia  e o filho Zé Cocá

Nenhum comentário: