RAMON FERNANDES APRESENTA SUGESTÕES AO PREFEITO ZÉ COCÁ DURANTE VISITA AOS BAIRROS KM 3 E KM 4

Visite nosso Instagram

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Repercussão: Polícia Federal prende mais uma pessoa envolvida na operação Demissio

A Polícia Federal chegou cedo na casa da acusada  

Segundo a Polícia Federal (PF), a mulher H.L.L.N, é uma das indiciadas da operação Demissio, deflagrada no final do ano passado para combater fraudes em seguro-desemprego e FGTS por uma associação criminosa que atuava principalmente na região de Jequié .

A associação criminosa teria desviado mais de 151 mil reais dos cofres públicos com os golpes.

A indiciada teria, ainda, tentado ludibriar a Justiça apresentando documentos supostamente falsos mesmo após a deflagração da operação.

A investigada foi conduzida para o Conjunto Penal de Jequié onde ficará a disposição da justiça.

A Polícia Federal cumpriu mandado de prisão preventiva expedido pelo Juiz Federal Jorge Peixoto a H.L.L.N, pela pratica dos crimes previstos nos artigos 171, 297, 298, 299 e 313A do Código Penal Brasileiro.
Art 171 (Estelionato); Falsificação de documento público;

Art. 297 – Falsificar, no todo ou em parte, documento público, ou alterar documento público verdadeiro: Inserção de dados falsos em sistema de informações (Incluído pela Lei nº 9.983, de 2000)

Art 313A: Inserir ou facilitar, o funcionário autorizado, a inserção de dados falsos, alterar ou excluir indevidamente dados corretos nos sistemas informatizados ou bancos de dados da Administração Pública com o fim de obter vantagem indevida para si ou para outrem ou para causar dano: (Incluído pela Lei nº 9.983, de 2000); Falsificação de documento particular (Redação dada pela Lei nº 12.737, de 2012) Vigência;

Art. 298 – Falsificar, no todo ou em parte, documento particular ou alterar documento particular verdadeiro; Falsidade ideológica.

Art. 299 – Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante.


Nenhum comentário: