Setembro Amarelo: Instituto Mãos oferece Plantão Psicológico gratuitos

Visite nosso Instagram

quinta-feira, 3 de junho de 2021

Mãe perde guarda de filho por causa de Fake News. Há seis meses aguarda decisão da justiça

Mais um capítulo da história de Rebeca Silva Oliveira, a mãe que perdeu a guarda do filho por causa um "Fake News". Ela entrou em contato com a nossa redação e contou o andamento do caso.

"Então Zenilton Meira, 6 meses se passaram é a guarda do meu filho ainda não retornou para minhas mãos, para quem não sabe o real motivo da perda da guarda estou aqui para contar a verdade, em dezembro de 2020 eu estava viajando com meu ex-companheiro, caminhoneiro, o mesmo fez um frete de dois tratores ao quais formos abordados no estado de Minas Gerais pela Polícia Militar, dizendo ser roubados os tratores e que a nota fiscal era fria, fomos detidos e levados a delegacia para presta depoimento, neste intervalo foi tirado uma foto nossa, detidos ao qual circulou nas redes sociais com uma montagem dizendo que eu fui presa com 700 quilos de entorpecentes ( Fake News ), por conta deste fato, a família paterna exigiu da justiça a guarda definitiva do meu filho, que foi retirado dos meus braços, já foi mais que provado que eu nunca tive envolvimento com tráfico de drogas, nem nunca um cigarro coloquei na boca, nem fui presa, apenas detida para presta esclarecimento e logo depois fui liberado pelo delegado de plantão.

Hoje estou aqui para pedir JUSTIÇA, que a justiça seja feita, muitos ver o meu sorriso mais ninguém sabe o que tenho passado, as noites em claro, o desespero, o choro, a falta de ar de tanto chorar os finais de semana que meu filho vem e sempre pergunta mãe quando eu vou volta pra tu pra sempre? Tem dias que si eu pudesse nem na porta da rua eu saia, sinto que as pessoas me olham estranho por conta da mentira espalhada, foi uma facada que mim deram, que nunca jamais será cicatrizada, sempre fui uma boa mãe, nunca deixei nada falta ao meu filho, sempre fiz faxina, quando eu não tinha, eu pedia e não tenho vergonha de falar, pois o dizer mais certo que existir "Pelo nosso filho, agente mata ou morre", sei quem nem todas nasceu para ser mãe, mais esse dom já nasceu dentro de mim, só quero o meu filho de volta, meu único primogênito, tenho muita fé em meu Deus e sei que ele vai entra com providências, acredito e depósito a minha confiança nas autoridades sei que não vão deixar impune o errado, e que a guarda do meu filho voltará para mim. Quero volta a ter minha vida normal com ele como agente sempre teve, volta a criar, afinal ninguém melhor que a mãe para cuidar, amar e proteger das maldades do mundo. Sei que Deus está protegendo, ele sempre que ele vem os fins de semana eu leio pra ele o salmo 91, o pai nosso e sempre tô ungindo ele da cabeça aos pés", relata.




Um comentário:

Denise disse...

Tenha Fé,Deus provê Deus proverá, sua misericórdia não faltará.