Zona rural da região de Florestal está sem sinal da Vivo há 30 dias

Visite nosso Instagram

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Vinda do ministro João Roma a Jequié movimenta a região


O ministro da Cidadania do governo Bolsonaro, João Roma, virá a Jequié no próximo dia 07/08, para cumprir agenda com lideranças políticas da região. O evento está sendo organizado por James Meira, candidato a prefeito nas últimas eleições, com o apoio de diversos outros patriotas da cidade.

A visita do ministro tem por objetivo reforçar a importância do sudoeste baiano para o governo Bolsonaro e, ao mesmo tempo, proporcionar um maior envolvimento de Roma com a região, tendo em vista a implementação das políticas sociais do Ministério da Cidadania e também sua possível candidatura ao governo da Bahia.

De acordo com o instituto Paraná Pesquisas, em levantamento feito em maio deste ano, João Roma pontuou com 15,2% das intenções de voto ao Palácio de Ondina. O resultado colocou definitivamente o ministro bolsonarista no cenário político baiano como provável concorrente do candidato do PT e de ACM Neto, até então as duas alternativas mais cotadas.

Para James Meira, anfitrião do evento, “Roma demonstra grande capacidade de agregar pessoas em torno de uma futura candidatura a governador” ... “Pelas movimentações que estão acontecendo, acredito que o  ministro chegue na campanha muito forte e, durante o pleito, mostraremos todo o poder de mobilização daqueles que querem uma mudança de verdade na Bahia”, assegura Meira.


Tom Legal, ex-deputado estadual e entusiasta do governo Bolsonaro, acredita que “a vinda de um ministro de Estado a nossa cidade depois de tanto tempo deixa claro o prestígio do presidente pelo nosso povo”.

Lideranças dos territórios do Médio Rio de Contas, Vale do Jequiriçá e Vitória da Conquista já confirmaram presença na recepção ao ministro.

Em breve será divulgada a programação da visita de João Roma, que terá foco no segmento político, mas poderá incluir também encontros com ruralistas, empresários, líderes religiosos e ativistas.

Nenhum comentário: