Setembro Amarelo: Instituto Mãos oferece Plantão Psicológico gratuitos

Visite nosso Instagram

sexta-feira, 13 de agosto de 2021

Prefeitura proíbe construção de gavetas nos cemitérios de Jequié por particular




A Influencer digital Juli Machado utilizou sua pagina no Instagram para denunciar uma decisão da prefeitura de Jequié . "Meu sogro simplesmente foi expulso e proibido de continuar trabalhando com as gavetas do cemitério" desabafa a digital influencer que tem mais de 40 mil seguidores.  O sogro dela é Gerônimo Sena que há 20 anos vem construindo nos cemitérios de Jequié gavetas para ampliar o número de sepulturas e comercializando por conta própria.

"A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Serviços Públicos, informa que não autoriza nenhum servidor público municipal, nem tampouco qualquer outra pessoa, negociar, vender ou permitir a ocupação de lotes, terrenos ou gavetas nos cemitérios municipais. Esta prática, além de irregular é crime!" diz uma nota pública divulgada pela PMJ.

A Secretaria de Serviços Públicos esclarece, ainda, às pessoas e às famílias que necessitem de lotes, terrenos ou gavetas para o sepultamento dos seus entes, que dirijam-se à sede do órgão, localizado na Rua Dois, Conjunto Habitacional Urbis I, Jequiezinho, no Centro Social Urbano (CSU), das 7h às 12h e das 13h às 16h, munidos do atestado de óbito e assim obter a autorização, que é emitida pela Secretaria. Após o sepultamento, o cidadão deverá procurar o Departamento de Tributos, na Praça Coronel João Borges, Centro, para efetuar o pagamento de um tributo pela ocupação do lote, válido por um ano, passando a ser efetuado anualmente, por uso do espaço público.

Um comentário:

SURPREENDIDO disse...

Em boa hora o poder público municipal, começa a adotar as medidas para coibir esta prática criminosa e oportunista.
São mais de 2 mil gavetas construidas e comercializadas por particular , nos 3 cemiterios da cidade , sem a participação do poder Publico.
Imagine explorar um negocio em torno de 4 milhoês de reais ao preço de hoje, sem se quer pagar qualquer imposto.
O M.P. deverá se provocado para reaver os créditos referentes as movimentações financeiras em torno deste grande NEGOCIO.