Execução na Feirinha do Joaquim Romão soma 61 homicídios este ano, fazendo mais uma vítima da violência urbana em Jequié

Visite nosso Instagram

domingo, 14 de novembro de 2021

"PROJETO DE LEI DA REGÊNCIA" SERÁ DISCUTIDO PELA APLB EM JEQUIÉ

A professora Caroline tem enfrentado lutas ferrenhas
que tem tirado direitos assegurados
 aos professore de Jequié
 
Os professores da rede municipal de ensino de Jequié  participarão de uma Assembleia Extraordinária convocada pelo sindicato que representa a categoria. A APLB marcou a reunião para às 15h de quarta-feira (17), no auditório do Sindicato dos Bancários. Em pauta, a discussão a Lei Municipal 060/2021 que trata da redução do salário dos professores. Essa Lei é considerada inconstitucional pois viola o artigo 37, inciso XV da Constituição Brasileira. Será exigido a apresentação do Cartão de Vacina Covid-19 atualizado de todos que queiram participar.
Na semana passada, foi aprovado Projeto de Lei que fixa o percentual na razão de 20% (vinte por cento) sobre o valor do vencimento base do cargo ocupado pelo professor. Até então, a classe não vinha recebendo a chamada regência em virtude de lhes ser também retirado esse direito adquirido há 20 anos pelo prefeito anterior, Sérgio da Gameleira. 
Ancorados em pressupostos legais os professores buscam através de debates e da lei o restabelecimento dos seus direitos. Os guardiões da lei foram provocados, a justiça é aguardada em favor de quem tem direito.

O impacto na vida dos referidos servidores será enorme. Além de atingir diretamente a cada um em particular, atingirá também seus familiares, assim como a economia local já que esses recursos deixarão de circular na cidade, muitos não terão como honrar compromissos assumidos. Uma catástrofe!









Nenhum comentário: