Programa "Morar Melhor" inicia reforma de mais uma casa na Rua Nestor José dos Santos em Jitaúna

Publicidade

quarta-feira, 29 de dezembro de 2021

O Ginásio de Esportes é um dos pontos de apoio para recebimento de doações aos desabrigados



“Isso tudo aqui é a materialização da solidariedade do povo jequieense! Graças a Deus, a população tem nos ajudado e, mesmo diante deste momento muito delicado que estamos atravessando, temos visto o amor pelo próximo sendo praticado e umas das formas de, também, colaborarmos, seria a operacionalização de uma central para recolhimento das doações. Abrimos o primeiro ponto de recebimento, na Casa da Cultura, depois, iniciamos o recolhimento aqui, no Ginásio de Esportes e, nesta segunda-feira, 27, começamos a recolher as doações entregues na Câmara Municipal. O trabalho conta com o apoio de muitos voluntários, pessoas que têm vindo nos ajudar e dar a sua contribuição nessa luta.”, disse a secretária de Desenvolvimento Social, Patrícia Miranda Brandão Santana.

Com objetivo de atender de forma emergencial as famílias afetadas pelas fortes chuvas, a Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, operacionalizou três pontos fixos para recebimento de doações para as famílias desabrigadas, de forma a agilizar o processo de triagem e da montagem dos kits. As ações para recolhimento dos donativos vêm sendo direcionadas pela coordenadora de Políticas Públicas, Marinelma Macedo e pela gestora Orçamentária e Financeira Noélia Galvão, da Secretaria de Desenvolvimento Social; equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Econômico; da Secretaria de Cultura e Turismo; e da Secretaria de Esporte e Lazer.

As pessoas interessadas em doar, devem se dirigir até a Casa da Cultura, na Rua Gerônimo Sodré, Centro, em frente ao Jequié Tênis Clube; na Câmara Municipal de Vereadores, na Rua 2 de Julho, Centro; no Centro de Cultura Antônio Carlos Magalhães e no Ginásio de Esportes Aníbal Brito, no Jequiezinho. Entre os itens mais necessitados estão: roupas para crianças, toalhas de banho, colchões, alimentos não perecíveis, água mineral e materiais de limpeza e de higiene pessoal, tanto para adultos quanto para crianças, escova de dentes, creme dental, desodorantes, absorventes e fraldas geriátricas. Uma grande rede de solidariedade, contando com o trabalho de servidores municipais e muitas pessoas voluntárias, vem fazendo o recolhimento, a organização, a triagem e o encaminhamento para entrega nas unidades escolares, onde as pessoas estão abrigadas.

Em Jequié, desde o início das chuvas, na sexta-feira, 24, já foram registradas 400 famílias desalojadas e 100 famílias encontram-se desabrigadas, encontrando acolhimento nas unidades escolares. Foram registrados alguns pontos mais críticos, onde a água das chuvas causou muitos estragos, entre eles o Residencial Mandacaru I e II, no bairro Mandacaru; o Residencial Vida Nova Jequié, no bairro Curral Novo; vias do bairro Caixa D’Água, como a Rua Nazaré e o Loteamento Flamboyant; vias do bairro Amaralina; os loteamentos Beta Ville e Sun Ville, no Parque das Algarobas; o Loteamento Jardim Paquetá, no bairro São José; o Assentamento Flor da Terra e a localidade da Fazenda dos Pequeninos, no bairro Mandacaru. As comunidades rurais também foram bastante prejudicadas, entre elas os distritos de Oriente Novo, Itajuru, Baixão e o povoado do Tamarindo.


Nenhum comentário: