Radares e Câmeras no trânsito de Jequié estão ativados desde o dia 8 maio de 2022

Publicidade

quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

Governo do estado inicia obras de pavimentação do Centro Industrial de Jequié



Nesta quinta-feira, 27, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura (SEINFRA), deu início às obras de terraplanagem e drenagem para a pavimentação asfáltica do Distrito Industrial de Jequié. 

Segundo informações, a equipe de trabalho da empresa responsável pela execução das intervenções estruturais já começou a atuar nas vias do Distrito, que é um importante polo desenvolvimentista da cidade sol, geradora de emprego e renda para milhares de pessoas e os serviços, com investimento de R$ 7. 761.592,76 (sete milhões, setecentos e sessenta e um mil, quinhentos e noventa e dois reais e setenta e seis centavos) deverão contemplar cerca de 4,36 quilômetros de pavimentação asfáltica e de drenagem pluvial, devolvendo ao local a acessibilidade para os moradores que trafegam por ali, propiciando uma melhor estrutura viária para as empresas instaladas no local.

Inaugurado em 1973 e localizado às margens do Rio das Contas, distando do perímetro urbano cerca de 500 metros, o Distrito é interligado ao sistema viário nacional e regional através da BR-116, rodovia denominada de Rio/Bahia e da BR-330, que liga Jequié à zona cacaueira.

O obra vinha sendo solicitada há mais de 16 anos, muitos prejuízos para os empresários que diariamente conviviam com a poeira e a lama, sem falar nos prejuízos de suspensão dos caminhões.

"O Blogue Zenilton Meira registrou na manhã deste sábado, 24 de fevereiro de 2018, uma triste cena de abandono e negligencia política ao Centro Industrial de Jequié. O local gera mais 15 mil empregos diretos. Um dos maiores parque industrial da região sudoeste. Hoje, precisa que empresários desvie seus funcionários de suas funções habituais para fazer operação tapa buraco e amenizar a situação de trafegabilidade de pessoas e veículos. São crateras que dificultam o acesso a diversas empresas. Quando chove a lama toma conta do lugar, no período seco a poeira danifica equipamentos caríssimos, para a produção dos manufaturados. O que estes funcionários estão fazendo seria de responsabilidade dos poderes públicos; ou melhor, era para que esta cena, sequer fosse imaginadas. Aqui era para ter uma das melhores vias asfáltica, para oferecer conforto e dignidade aos empresários e trabalhadores que fazem o crescimento de nossa Jequié", matéria produzida pela equipe BZM.


Nenhum comentário: