Programa "Morar Melhor" inicia reforma de mais uma casa na Rua Nestor José dos Santos em Jitaúna

Publicidade

domingo, 30 de janeiro de 2022

Noite de terror na saída de uma casa de shows no Calçadão Sete de Setembro no centro de Jequié




Segundo informações um tiroteio aconteceu por volta das 3h deste domingo 30.01.2022, entre jovens que estavam saindo de uma noitada de sábado para domingo em uma boate localizada nas alamedas da Sete de Setembro e Riachuelo. A troca de tiros terminou com a morte de dois jovens.

“Parecia um filme de Bang Bang. Infelizmente há mais de um ano, os moradores do centro da cidade, especificamente dos calçadões da Sete de Setembro e Riachuelo vem pedido fiscalização, nem a Polícia Militar, nem a Guarda Municipal se importam conosco. Brigas de gangues, tráfico de drogas e prostituição são comuns nos finais de semana aqui na saída desta Boate (A boate tem proteção acústica e não incomoda os moradores), O movimento acontece sem nenhuma fiscalização por parte da segurança pública para resguardar o comércio e as famílias que moram no centro, em pleno coração de Jequié”, desabafou um residente.

A polícia chegou aproximadamente uma hora após o homicídio, familiares do jovem Jhonatas Nascimento Menezes de 18 anos, morto chegaram em seguida.

Enquanto isso, um colega da vítima Ricardo Silva Santos de 24 anos tentou fugir do bando, acabou colidindo a moto Pop que pilotava em um cantainer, na Rua Felix Gaspar (em frente à Simonetti) e veio a óbito. Outras duas pessoas foram baleadas, o motoristas de aplicativo de iniciais, I.K.S.F. foi atingido por um tiro no pescoço, o veículo, apresentava três perfurações de arma de fogo, segundo a polícia. A passageira M.N.O. foi alvejada no pé. Eles foram socorridos para o Hospital Geral Prado Valadares.

O crime aconteceu por volta das 03h. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Jequié. A polícia está investigando o ocorrido por meio de câmeras instaladas no centro comercial de Jequié e também com ajuda de câmeras de lojas instaladas no percurso de onde aconteceram as mortes e a troca de tiros.

Segundo informações do proprietário da casa de shows, que entrou em contato com o BZM, o homicídio não tem ligação com a casa de eventos.

A princípio, Ricardo Silva Santos teria morrido por conta do impacto contra o contêiner, porém, após a necropsia no IML de Jequié, foi constatado que ele foi atingido por um tiro e que na fuga ele não teria resistido, perdeu o controle da moto e bateu no objeto. Aguarde mais informações!

Nenhum comentário: