Programa "Morar Melhor" inicia reforma de mais uma casa na Rua Nestor José dos Santos em Jitaúna

Publicidade

quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

Wagner fala sobre orgulho dos 15 anos das gestões do PT e diz que grupo chegará unido nas eleições


O senador Jaques Wagner afirmou, em entrevista à rádio Sociedade nesta quinta-feira, 27, que os 15 anos das gestões petistas na Bahia, desde que venceu as eleições, em 2006, e desde 2014 com Rui Costa, é motivo de orgulho por ter transformado a Bahia, com inclusão social e desenvolvimento. Wagner destacou a importância do trabalho em conjunto com a base de apoio por ter promovido avanços do estado e afirmou que o grupo, formado pelo PT, PSD, PSB, PP, Podemos e Avante, chegará unido para as eleições deste ano, além do seu empenho em incorporar mais partidos.




O pré-candidato do PT afirmou que, no momento, a população está preocupada com a carestia, o aumento do desemprego, a volta da fome, o apoio às famílias afetadas pelas chuvas na Bahia, Covid, e quando chegar o momento das eleições vai comparar os quase 16 anos das administrações petistas e os dezesseis anos do grupo opositor, de 1990 até 2006. “Não é hora de fazer campanha, quem está apressado em fazer campanha, está errado’. “O povo quer saber capacidade de cada um, quais suas ideias, que você está projetando. Para o estado. Temos muito orgulho, estamos com 15 anos de governo, eu e Rui, com esse grupo que chegará unido na eleição”, disse.

Além dos bilhões de investimentos na agricultura familiar, que transformaram a vida de baianos, Wagner destacou outras ações das gestões do PT. “Foram 220 mil unidades habitacionais para o pessoal de renda salarial mais baixa que recebeu uma casa para ter dignidade, o Água para Todos, que beneficiou 10 milhões de pessoas, sendo o maior investimento de água no estado, 23 policlínicas. Rui está instalando escolas em quase todos os municípios”, informou, acrescentando a realização de uma licitação de 800 milhões em inteligência artificial, com câmaras de segurança em todo o estado, para prevenção da violência, além dos investimentos na aquisição de equipamentos para a polícia e dos investimentos em infraestrutura.

Sobre sua gestão de 2007 a 2014, Wagner disse que o mais se orgulha é de é de ter transformado o jeito de fazer política na Bahia, em respeito à liberdade de imprensa, à autonomia do poder judiciário, da Assembleia Legislativa e dos opositores “Fiz obras nas prefeituras governadas por adversários, e hoje o maior patrimônio que tenho é o que o povo disse que mudei, distensionei o jeito de fazer politica no estado. Ganhei a eleição para um grupo que comandava a Bahia há quarenta anos, atraí muita gente do outro lado e hoje tem o grupo que tem os azuis e os vermelhos”, disse, ao acrescentar que todos os partidos que caminharam ao lado do PT cresceram.

Nenhum comentário: