Programa "Morar Melhor" inicia reforma de mais uma casa na Rua Nestor José dos Santos em Jitaúna

Publicidade

domingo, 6 de fevereiro de 2022

Guarda Municipal apreende pichadores responsáveis por vandalizar equipamentos públicos



A Guarda Municipal, apreendeu na madrugada deste domingo, 6, quatro pessoas, entre elas uma menor, que estavam em posse de tintas e demais materiais para pichação, na Praça Victor Cedro Stock, conhecida como a Praça do Skate, no bairro Jequiezinho.

A ação, fruto de uma de investigação da Guarda Municipal, a partir de denúncias anônimas, foi flagranteada após trabalho de campana dos agentes, que culminou com a apreensão do grupo. Ao serem apresentados ao delegado de Polícia Civil, da Delegacia Territorial de Jequié, Moabe Macedo, um dos detidos, assumiu a autoria da depredação do letreiro no Alto da Prefeitura e dos equipamentos da Praça do Skate, que foram atacados com pichações na noite da última quinta-feira, 3.

Ao vandalizar patrimônio público, o grupo infringiu o Art. 65 da Lei Federal nº 9.605, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente. De acordo com  a lei, pichar ou por outro meio conspurcar edificação ou monumento urbano pode gerar detenção de três meses a um ano e, ainda, multa. Se o ato for realizado em monumento ou coisa tombada em virtude do seu valor artístico, arqueológico ou histórico, a pena é de 6 meses a um ano de detenção e multa. Os envolvidos assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelos atos infracionais cometidos, tendo sido liberados e, agora, vão responder na justiça pelo vandalismo. 

"Ação muito eficiente da Guarda Municipal e que nos dá uma resposta rápida, tranquilizando a população sobre esses ataques aos equipamentos públicos. É importante que as pessoas saibam que quando um equipamento público é destruído, quando um bem público sofre vandalismo, quem perde é cidade, pois a administração municipal vai gastar recursos públicos para recuperar aquilo que foi destruído e esses valores poderiam estar estar sendo usados em outras obras e outros serviços.", destacou o secretário de Governo, Hassan Iossef.

"Desde a ocorrência, na última quinta-feira, que a Guarda Municipal intensificou as rondas,

6 comentários:

Marcelo France Fotografias Especiais disse...

Além das sansões previstas em lei, o correto é eles pagarem pela recuperação e as alteridades conduzirem para eles mesmos fazerem o serviço de recuperação.

Unknown disse...

Tem que colocar ums vagabundos desses na cadeia, não colocoar apenas para concertar as merdas que fizeram

Zenilton meira disse...

É falta de educação, crime contra o patrimônio público municipal.
Deve ser punido com o rigor da lei.
Zeca.o6.02.2022

Benedito Freire Sena disse...

Não é necessário tanto rigor assim tem coisa pior . Por exemplo : os que jogam lixo na rua , os que soltam fogos de artifícios , paredões , vender a biblioteca , voar de moto , fazer ciclo faixa do lado precipício ,etc . São crianças , só crianças Rigor da lei .....

Unknown disse...

Parabens

blogueiros disse...

Lei para todos, se tem deve ser cumprida. Depredar e destruir patrimônio fruto dos meus impostos, que pagem pelos atos.