Radares e Câmeras no trânsito de Jequié estão ativados desde o dia 8 maio de 2022

Publicidade

quinta-feira, 17 de março de 2022

Empresa de transporte coletivo de Jequié deixa população desassistida e alternativo domina mercado


Conforme informações,  a Cooperativa de Transporte de Jequié - COOPTJ informa que na tarde desta quarta-feira, 16, após reunião com a Secretaria de Serviços Públicos e Superintendência Municipal de Trânsito (SUMTRAN), e por imposição da empresa Expresso Rio de Contas, a partir de segunda-feira, 21/03, as linhas do bairro Curral Novo, Residencial Segredo, Incoop, Beira Rio, Cidade Nova, KM 3 e KM 4, só serão atendidas pelos ônibus da empresa Rio de Contas e não teremos veículos da Cooperativa de Transporte de Jequié – COOPTJ transportando passageiros para esses locais.


De acordo com uma leitora do BZM, Gabriela que reside no Inocoop,  isto é uma falta de respeito com a população das localidades que foram suspensas, a população sempre excluída das opiniões públicas. "Porque antes de suspender não faz uma pesquisa para saber se as localidades aceita as suspensões, temos que ter voz, peço por favor a coordenação que faça uma pesquisa antes de suspender, pelo menos uma vez na vida de o direito dos usuários expor sua opinião a respeito da cooperativa" desabafou.

Em Jequié o transporte alternativo ganhou força na Pandemia, a empresa de transporte coletivo que tem uma concessão junto ao município tem prestado um pessimismo serviço e não tem atendido a população como deveria. A Cooptj só fazia o transporte de passageiro entre passageiro intermunicipal, achando uma lacuna deixada pela empresa de ônibus Expresso Rio de Constas. 

Jequié conta com vários serviços de transporte alternativo a exemplo das motos-táxis que há mais de 30 anos funciona sem regulamentação, as vans e os aplicativos. 

A população nunca teve voz junto as empresas portadoras deste serviço em Jequié.


2 comentários:

Unknown disse...

As reais necessidades da população não são prioridades . O cidadão só quer o ônibus passando no horário , o filho na creche , na escola, segurança constante sem tanque de guerra , saúde , entretenimento . Discutir e definir as sua prioridades e necessidades . Só isso

Unknown disse...

Um governo que propõe vender um prédio que abriga uma biblioteca e tem possibilidade de atender centenas de cursos , arte , cultura , educação pra fazer dinheiro para fazer a câmara e um centro cívico , tá preocupado com a população pobre ? O que é que as galinhas d' Angola fazem nós terreiros a não ser estapafúrdias ?