Joaquim Caíres quer marcação e agendamentos de exames e consultas por meio digital na rede de saúde

Publicidade

sexta-feira, 29 de abril de 2022

Justiça condena autores do assassinato de Dona Nil há 25, 16 e 14 anos de reclusão


Na época foi simulado uma sequestro por Cristiane Mota, que levou dona Ivonice Marques Maia até o Alto da Colina no bairro Pompílio Sampaio, quando apareceram mais outros envolvidos e teria esfaqueado a vítima, que ficou agonizando no local e socorrida ao Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), onde não resistiu os ferimentos  e morreu acreditando na "amiga" que também no imaginário dela era vítima.

O crime teria sido praticado por mais dois indivíduos, Mateus Santos Silva e Tales Souza Santos. A motivação uma dívida contraída por Cristiane junto a dona Nil, que para não pagar decidiu matar a idosa.




Em julgamento no auditório do Fórum Bertino Passos, realizada nesta quinta-feira, 28 de abril em Jequié, dois réus confessaram o crime. Cristiane Mota Alves revelou ter sido a mentora.  Tales Souza Santos confessou também a  participação no crime. Mateus Santos Silva negou participação no  assassinato.

Cristiane Mota Alves foi condenada a 25 anos e 6 meses, Mateus Santos Silva, 14 anos e 8 meses e Tales Souza Santos, a 16 anos e 4 meses de prisão. Ambos cumprem pena há cinco anos no Conjunto Penal de Jequié. 

Nenhum comentário: