Joaquim Caíres quer marcação e agendamentos de exames e consultas por meio digital na rede de saúde

Publicidade

Governo do estado

domingo, 26 de junho de 2022

São João 2022: Oposição e situação se confrontam numa preparativa para as próximas eleições


Terceiro dia de festa junina em Jequié, Os folguedos juninos que começaram no dia 31 de maio com o tradicional  trezenário de Santo Antonio,  dia 14 com o início oficial do São João com a  Vila Junina, que nesta administração foi respeitada  com o nome idealizado pelo ex- prefeito Reinaldo Pinheiro.

Como em uma festa não pode ficar sem a contradição e as queixas da oposição, que aproveita tudo nos mínimos detalhes para propagar o outro lado da história. O influencer digital Fábio Ferreira do Alerta Jequié, desabafou em uma postagem na sua página no Instagram. que de imediato foi propagado pela oposição ao prefeito Zé Cocá. Denominado de Ti ti ti, o texto circula nos principais grupos de Whatsaap da Cidade Sol "Ao que parece, o credenciamento de representantes da imprensa local e regional, para cobrir o São João de Jequié, “bateu fofo”. São muitos os representantes de blogs, entre outros veículos de comunicação, que vêm utilizando seus canais para denunciar a suposta proibição de acesso dos profissionais ao _“backstage”_ (bastidores) do evento público junino realizado na Praça da Bandeira. Para um dos profissionais que teria sido barrado, “em mais de 10 anos de trabalho no São João de Jequié, é a primeira vez que isso acontece”. contou o anônimo, do Ti ti ti, que tem a tática de gato. "Gato escondido com rabo de fora".

Apimentando ainda mais as criticas o "anônimo" contou que o São João de Jequié tem "DOIS MAESTROS E UMA ORQUESTRA: É surpreendente! Esse ano, a festa de São João de Jequié estaria sob dois comandos diferentes. A Vila Junina, na Praça Rui Barbosa, iniciada no dia 14 de junho, teria sido “organizada” por servidores e agregados da Secretaria de Cultura e Turismo que foram sacados, de última hora, para tentar dar conta da correria que, ainda assim, gerou falhas generalizadas. Por outro lado, o São João da Praça da Bandeira, teria sido conduzido por pessoa da mais alta confiança do prefeito Zé Cocá, externa ao quadro funcional da Secretaria de Cultura e Turismo, cabendo ao secretário de Cultura, somente, assinar atos administrativos relativos à festa", alfinetada no secretário de Cultura, o escritor Domingos Ailton, que está no governo municipal por indicação do Partido Verde de Jequié.

Como nos dias anteriores, no palco principal na Praça da Bandeira os shows teve início com a banda jequieense Lé Kum Kré,  que esquentaram os ânimos para a apresentação de Edu e Maraial, Tarciso do Acordeon, Mastruz com Leite e Jonas Esticado.

Este domingo, 26, último dia de apresentação de shows, a programação consta a partir das 18h Luiz Caldas, Filipe Araújo, Noberto Curvêllo Gilson Prates e finaliza com Bruna Cascais.

Finalizando, o prefeito Zé Cocá em suas entrevistas sempre tem pontuado que este ano foi um preparativa de organização para melhorar nos anos vindouros. Esta gestão ainda tem mais dois anos e pela expressão popular de boa parte dos jequieenses, isso pode ser ampliado por mais quatro edições de festa junina em Jequié. O futuro a Deus pertence!

Nenhum comentário: