Programa "Morar Melhor" inicia reforma de mais uma casa na Rua Nestor José dos Santos em Jitaúna

Publicidade

terça-feira, 6 de setembro de 2022

Caixa Econômica Federal financia obra da Prefeitura em área tombada em Jequié



Obra da Prefeitura Municipal de Jequié para construção de um Shopping Popular ao lado do Mercado Municipal, tombado como patrimônio histórico e arquitetônico do Município de Jequié, na gestão do ex-prefeito Sergio Suzarte segue a todo vapor, mesmo sob intervenção da Justiça. Alerta o advogado Abdijalili Belchot, sobre uma ação na justiça na Fazenda Pública em Jequié.

Segundo o advogado, "o prefeito Zé Cocá insiste em destruir o patrimônio de Jequié, eles foram notificados e quer a todo custo enfrentar a justiça, A justiça dará a resposta", assegurou Abdijalili.

A obra é financiada pela Caixa Econômica Federal no valor de R$ 1,5 milhão. De acordo com o site oficial da Prefeitura de Jequié, a expectativa da Secretaria de Infraestrutura é que a Threeng Manutenção e Serviços LTDA., empresa ganhadora da licitação pública, conclua a obra dentro do prazo, que é de oito meses. De acordo com o projeto, serão construídos cerca de 100 boxes em alvenaria, padronizados, com fechamento em porta de rolo, oferecendo uma maior comodidade e segurança aos permissionários e clientes, com telhado em metálico e claraboia, cada um com 4.15m² de área. O complexo, que terá 1.038.30m² de área construída, em dois pavimentos, contará com banheiros, acessibilidade, e os serviços estão orçados em R$ 1.586.130,68 (um milhão, quinhentos e oitenta e seis mil, cento e trinta reais e sessenta e oito centavos), com recursos próprios do município.





Um comentário:

Benedito Freire Sena disse...

A obra continua desrespeitando uma liminar da justiça . Quem passa por lá ver operários trabalhando. O acervo que estava na biblioteca central foi transferido
para a velha biblioteca o que significa a completação de um golpe planejado desde o primeiro mês de gestão do Zé com o apoio integral da Câmara de Vereadores de Jequié .. que segundo a imprensa estava discutindo a questão da violência depois de autorizar a venda de um prédio que poderia ser requalificado justamente para servir de arma contra a violência . Livros , computadores , espaço para uma usina do saber . Tudo feito pertinho dos engravatados gnomos duendes municipais .Agora uma obra que continua a ser tocada em desobediência a justiça . A fotografia está aí e nada acontece por que será , que será ? Co a palavra a justiça