Joaquim Caíres quer marcação e agendamentos de exames e consultas por meio digital na rede de saúde

Publicidade

sábado, 15 de outubro de 2022

Jerônimo garante governo marcado por inclusão social e cuidado com quem mais precisa: “Esta é a nossa marcan”


Jequié

O candidato a governador Jerônimo Rodrigues (PT) garantiu que seu governo será marcado por um forte cuidado social com quem mais precisa aliado ao desenvolvimento econômico, para gerar renda e combater males que voltaram a assombrar o Brasil como a fome, a inflação e o desemprego. O petista realizou um comício em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), nesta sexta-feira (14).

“Nós vamos governar a Bahia para garantir o emprego para população, o dinheiro no bolso, a comida na mesa, o cuidar de gente e vamos fazer tudo isso ao lado do presidente Lula. A minha gestão será marcada por essa política de cuidar de gente aliada ao desenvolvimento econômico, gerando emprego e renda para a população baiana. Eu continuarei tudo aquilo que Jaques Wagner iniciou lá atrás, que Rui deu a correria e farei mais e melhor que eles dois. Eu não digo isso por vaidade ou por questões de ego, eu vou governar ao lado de Lula e depois de ter aprendido muito com eles. Eu garanto aqui para vocês que a minha gestão será marcada pelo diálogo e parceria, eu farei de tudo para oferecer as melhores condições a população, aos empresários e aos prefeitos para que a Bahia possa se desenvolver cada mais”, afirmou Jerônimo. 

O petista criticou ainda a postura do atual presidente Jair Bolsonaro (PL) pela forma como sua gestão tratou a Bahia e o Nordeste, além das recentes declarações de ataque a região. O candidato do Time de Lula lembrou que Bolsonaro jamais se importou em cuidar de gente e governar o país, que nunca reuniu os governadores, prefeitos e procurou saber o que os estados e municípios precisavam. 

O postulante ao Palácio de Ondina agradeceu ainda a chegada de novos apoios políticos a sua candidatura, além de prefeitos, ex-prefeitos, deputados e lideranças, cinco novas legendas já anunciaram apoio ao postulante na disputa pelo Palácio de Ondina: PSOL, Patriota, PSC, PV e Rede Sustentabilidade. O petista afirmou que irá percorrer toda a Bahia para conquistar votos e garantir sua vitória no segundo turno do pleito estadual, além de atuar para expandir a votação do ex-presidente Lula no estado.

“Eu quero agradecer por cada voto que conquistamos aqui em Camaçari, cada voto em Otto Alencar, em nossos deputados e no presidente Lula. Venho aqui também para pedir mais uma vez seu voto, para que no dia 30 de outubro nós possamos sacramentar esta vitória no Brasil e na Bahia. Nós não vamos parar de trabalhar, vamos buscar cada voto, vamos ampliar a vantagem de Lula, trazer de volta a esperança para o Brasil, e continuar a nossa política de cuidar de gente aqui na Bahia”, declarou o petista. 

O governador Rui Costa (PT) afirmou que irá trabalhar para ampliar a votação de Lula para 80% na Bahia e garantir que o seu sucessor Jerônimo Rodrigues também atinja o mesmo percentual. O governador reafirmou confiança na vitória de Lula e garantiu que Jerônimo é o nome correto para a Bahia seguir avançando e se desenvolvendo. 

“. Quem vai fazer mais é quem tem minha alma, meu coração, o coração de Lula, que é Jerônimo. Nós fizemos muito, mas não fizemos tudo, e ele  irá fazer. Esse povo governou a Bahia por 40 anos e não fez nada pelo povo pobre, só fez pelos próprios negócios. Nós vamos dar um troco nesses milionários, nós vamos eleger um homem que tem a cara do povo baiano. Eu vim do morro da Liberdade, ele veio do interior. A nossa missão é cuidar de gente [...] Nós já recebemos o apoio de tanta gente que estava do lado de lá, 5 partidos,  mais de 30 prefeitos. Ele vai terminar só com a panelinha de ricos e os menudos do lado dele, nós vamos terminar com o povo do nosso lado”, afirmou Rui Costa. 

“ Eu preciso de vocês, não existe eleição ganha de véspera, vamos conversar, dialogar com os amigos, colegas e buscar esses votos. Nós não fomos vitoriosos no primeiro turno por 40 mil votos, não vamos ter arrogância, temos que ter humildade e buscar esses votos. Eu prometi a Lula que nós  vamos elevar a votação dele para 75%, 80%. O jogo só acaba no apito final, vamos vencer de novo. É o filho do vaqueiro e da costureira ganhando do herdeiro do coronel. Ele pode até ter frequentado as melhores escolas, ter sido criado achando que a Bahia era dele, mas ele não tem algo essencial. Ele não tem sensibilidade, não conhece o povo, não conhece os problemas do povo, não conhece a Bahia, e tudo isso, Jerônimo tem de sobra. Por isso dia 30 será uma eleição mais fácil, é só votar 13 duas vezes, mas vamos seguir trabalhando com muita humildade para garantir esta vitória aqui e no Brasil. É como vem sendo muito bem-dito: O Brasil tem jeito e a Bahia tem lado”, complementou o senador e ex-governador Jaques Wagner (PT). 


Nenhum comentário: