Joaquim Caíres quer marcação e agendamentos de exames e consultas por meio digital na rede de saúde

Publicidade

domingo, 30 de outubro de 2022

Jerônimo Rodrigues derrota ACM Neto nas urnas

governador eleito acompanhado da futura primeira-dama da Bahia, Tatiana Veloso e do filho João Gabriel

“A palavra mais forte do meu governo será ‘avançar’”, diz Jerônimo*
_Governador eleito agradece a confiança da população, afirma que fará governo melhor que o de Rui Costa e conta que o foco de seu mandato será geração de emprego e renda_

Em seu primeiro pronunciamento como governador eleito da Bahia, Jerônimo Rodrigues agradeceu o apoio e a confiança da população, afirmou que fará “um governo melhor” que o de Rui Costa, e disse que o foco de seus trabalhos será zerar a fome e gerar emprego e renda para a população.

“A palavra mais forte durante os nossos quatro anos de governo será ‘avançar’: avanças nas políticas públicas de combate à fome, de geração de emprego e renda, de saúde, de educação, de segurança, de estradas, de cultura, de juventude”, afirmou o governador eleito. “Tenho a convicção de que quem apostou no nosso projeto vai sentir orgulho. Eu farei melhor do que o governador Rui Costa. Não por disputa pessoal, mas porque estou assumindo um Estado que foi bem administrado por dois bons governadores (Jaques Wagner e Rui Costa) e ainda vou ter a parceria com Lula no governo federal.”

Jerônimo também afirmou que começa a trabalhar na transição de governo já a partir desta segunda-feira (31). “Já pedi ao governador (Rui Costa) uma audiência para amanhã, para começar a desenhar o processo de transição”, afirmou. “Vamos participar, também, das reuniões de transição para o governo Lula, para promover um mutirão pela Bahia e pelo Brasil.”

Presente ao evento, o governador Rui Costa disse “ter certeza” que Jerônimo “fará um excepcional governo” a partir de 1º de janeiro e fez questão de ressaltar a importância da Bahia para a eleição de Lula. “A Bahia, mais uma vez, reafirma sua singularidade: marcou a história do Brasil com a independência, em 1823, e volta a marcar, dando a maior diferença nominal de votos a Lula no Brasil.”
 

Nenhum comentário: