Vende-se um terreno 10x20 na Rua do CAIC, rua asfaltada. Uma ótima oportunidade! 73 98816 0375

Publicidade

segunda-feira, 2 de janeiro de 2023

Vereadores de Jequié não tem interesse na presidência da Câmara




Segundo informações do site oficial da Câmara Municipal de Vereadores de Jequié, o vereador Emanuel Campos Silva (Tinho) foi empossado na presidência da Câmara Municipal de Jequié, em Sessão Solene realizada nesta segunda-feira, dia 2 de janeiro de 2023, juntamente com os demais componentes da Mesa Diretora da Casa para o biênio 2023/2024. Com a sua recondução ao cargo, ele passa a ser o parlamentar com o maior número de mandatos de presidente: quatro superando Euclides Fernandes (hoje deputado estadual), José Simões de Carvalho Jr. e Ateodoro Vaz, todos com três mandatos de chefe do Legislativo Municipal de Jequié.

Coube ao decano da Casa, Joaquim Caíres, fazer a abertura da Sessão, oportunidade em que enalteceu as virtudes do recém-empossado. Afirmou que Tinho tem se revelado um político que já figura entre os mais importantes de Jequié. “É um bom vereador, um grande parlamentar, sua atuação é de destaque dentro e fora da Câmara, principalmente por ser um homem público que faz da política a verdadeira arte do servir”, frisou.

A alternância de poder é uma ferramenta importante na democracia, oportunizar outros pares, oferecendo a comunidade jequieense oportunidade de partilhar de outras formas administrativa no legislativo municipal. A sequencia de poder termina mostrando que o legislativo jequieense vive de acordões, é pacifica, reza na cartilhas dos interesses próprios. 

5 comentários:

Benedito Freire Sena disse...

Por que será, que será ? Deve ser o que Joaquim Caires comentou . Nelson Rodrigues vaticinou : ( toda unanimidade é burra. Quem pensa com a unanimidade não precisa pensar ) . Nelson também imortalizou a expressão : óbvio ululante ,que estava claro no voto inservível do prédio da biblioteca que por pouco não leiloaram após a unanimidade dos nobres Edis com a desafetação e o óbvio ululante inserido . Já está na hora de aumentar o número de cadeiras do legislativo ,mas isso só daqui a dois anos, com o óbvio e a unanimidade assegurada . Eu prefiro Nelson a Joaquim para tirar as minhas conclusões . A unanimidade é burra e ela é fruto do óbvio ululante .nesse caso siameses .



Benedito Freire Sena disse...

Claro que debaixo do pirão da unanimidade tem a carne do óbvio ululante .

Benedito Freire Sena disse...

Para que não tirem deduções apressadas estou falando no atendimento de requerimento , indicações, cargos, e votos que atendem gnomos e duendes como o caso do obelisco que é uma falta de respeito ao ex_prefeito Roberto Brito e a Carlos Gonçalves um arquiteto Jequieense que mudou a cara da cidade a partir dos anos oitenta . Mas isso não importa quando a unanimidade não tem memória nem cultura

Benedito Freire Sena disse...

E o caso que insisto o tempo todo da biblioteca central que é a escassez total de respeito á cultura , Educação ,juventude, ex prefeito Reinaldo Pinheiro , minha geração , povo ,tudo sob o comando do óbvio do mercado imobiliário, unanimidade dos Edis e por fim o amém da Sociedade dita organizada que não está nem aí nem vai chegando . Essa foi descrita pelo mestre Nelson Rodrigues com maestria . Para terminar quem estava dormindo esperando Noel com os sapatinhos na janela no Natal de 2022?

avança jequie disse...

Onde é que está a saudável alternância do poder, típica dos regimes verdadeiramente democráticos. Isto não é bom para cidade, pois revela um legislativo acomodado, sem o contraditório